Menu
X

Arquivos da Categoria: dicas

imagem

10 Coisas que Fazem Mal Para os Dentes

1. BEBER REFRIGERANTE EM EXCESSO

Rico em açúcares, beber refrigerante com frequência pode se tornar um prato cheio para as cáries – especialmente se a higiene bucal é negligenciada. Além disso, a bebida também podem corroer o esmalte dental, deixando as estruturas mais frágeis. Isso acontece porque as bactérias da boca reagem com os açúcares, gerando subprodutos ácidos.

2. MORDER BALAS E DOCES MUITO DUROS

Rapadura, pé-de-moleque, balinhas caramelizadas… Quem nunca apostou em um docinho de textura mais dura para adoçar o dia? Entretanto, é preciso ficar de olho nesses alimentos, viu? Por ser necessário chupá-los, o açúcar presente nas balas fica em contato com nossos dentes durante muito mais tempo, o que aumenta o risco de cáries. Além disso, não é recomendado mordê-los, já que esse ato pode quebrar os dentes.

3. CONSUMIR TOMATE E FRUTAS ÁCIDAS EM EXCESSO

Tomate e frutas como limão, laranja e abacaxi também podem prejudicar os dentes. Os cítricos são conhecidos por seu potencial ácido, que danifica a estrutura dentária e a deixa mais fragilizada. O tomate traz ainda outra questão, principalmente se for transformado em molho: além da acidez, o tom vermelho pode penetrar e pigmentar os dentes, deixando-o com um aspecto escurecido e amarelado.

4. BEBER CAFÉ COM AÇÚCAR DIARIAMENTE

Quem faz clareamento já sabe que é importante deixar o cafezinho de lado durante o tratamento: como é escuro, ele pode deixar os dentes manchados, especialmente se consumido com frequência. Esse hábito é ainda mais prejudicial para o seu sorriso quando a bebida é adoçada. Por isso, o ideal é diminuir o consumo de café ao longo do dia e tomá-lo sempre puro ou com um pouquinho de leite.

5. ESCOVAR OS DENTES RAPIDAMENTE E COM FORÇA

Você já sabe que a escovação diária é essencial para um sorriso bonito e saudável, mas isso também está relacionada à forma como você escova os dentes. Nada de fazê-lo rapidamente e, muito menos, aplicando força demais. Além de não promover uma limpeza profunda, deixando restinhos escondidos entre os espacinhos da boca, você corre o risco de machucar as gengivas.

6. NÃO USAR O FIO DENTAL DURANTE A ROTINA DE CUIDADOS COM OS DENTES

Ok, você até pode estar escovando os dentes da forma correta, mas tem usado o fio dental? Acredite: ele fará toda a diferença na sua rotina – e além disso, o dentista pode perceber que você tem pulado essa etapa durante sua próxima consulta. Não usar o acessório contribui para o acúmulo de bactérias nos dentes e até mesmo para a inflamação das gengivas.

7. MORDER PONTAS DE LÁPIS E TAMPAS DE CANETA

Muita gente tem o hábito de morder pontas de lápis e tampas de caneta durante momentos de estresse e ansiedade. A maioria não se dá conta dessa pequena mania, mas é melhor ficar alerta! Mesmo que morder o objeto alivie um pouco das sensações ruins, há riscos de fraturas e trincos na estrutura dos dentes, já que isso força os ossos e as gengivas.

8. ABRIR LATINHAS E EMBALAGENS COM OS DENTES

Quem nunca contou com uma ajudinha dos dentes para abrir uma latinha de refrigerante ou um sachê de ketchup? É hora de aposentar esse hábito! Assim como nos casos de lápis e canetas que comentamos acima, isso pode levar à fraturas, trincos e outros danos na estrutura óssea dental. Melhor evitar, certo?

9. FUMAR

Você provavelmente já ouviu falar que o cigarro amarela os dentes, certo? Pois bem, é verdade: a nicotina acaba se acumulando na superfície dos dentes, criando o aspecto manchado. Além disso, fumar traz uma série de outros riscos para sua saúde, incluindo o câncer bucal.

10. BEBER VINHO EM EXCESSO

O vinho faz sucesso durante os meses mais frios do ano e, embora uma tacinha da bebida possa trazer muitos benefícios para saúde, consumí-lo em excesso pode prejudicar seu sorriso. Por conta da coloração escura, ele pode deixar os dentes com um aspecto escurecido e amarelado. Além disso, o caráter ácido da bebida contribui para a erosão e a desmineralização dentária.

 

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

imagem

3 Coisas que Podem Atrapalhar a Sua Higiene Bucal

ESCOVAR OS DENTES DURANTE O BANHO

Você tem o costume de escovar os dentes no chuveiro? Isso pode ser um problema para o seu sorriso. Essa atitude poupa bastante tempo na sua rotina, mas, por outro lado, acaba comprometendo sua saúde bucal. Quando você realiza este hábito no banho, muitas vezes não sabe se está escovando de forma correta e com todos os movimentos necessários. Além disso, é normal que se pule algumas etapas no banho, como o uso do fio dental. Um espelho é muito importante nessa hora para te ajudar a ter uma visão mais ampla do que está fazendo. Por isso, aprenda a dividir esses dois rituais de limpeza. Tome aquela chuveirada e logo em seguida faça sua higiene bucal.

FAZER A HIGIENE BUCAL COM PRESSA

Tudo o que você precisa são de apenas dois minutos em frente ao espelho. Esse é o tempo ideal para se praticar uma boa escovação. Quando escovamos os dentes com rapidez, esquecemos de limpar muitas partes importantes da boca, como a língua, os molares e a parte traseira do sorriso. Fazer uma higiene bucal muito rápida não é sinônimo de eficiência.

A pressa pode deixar seus dentes com restos de placa bacteriana e causar uma série de doenças bucais, como a cárie, gengivite e o tártaro. Sem falar que você não consegue usar o fio dental direito. “Ele deve ser passado com calma entre todos os dentes para limpar a região interdental”.

NÃO TER ATENÇÃO À ESCOVAÇÃO

Você presta atenção em tudo que faz? É normal ficar distraído em alguns momentos, mas quando se trata de higiene bucal o que mais exige neste hábito é concentração. Saia do modo automático, concentre-se nos movimentos que estão sendo feitos e deixe para pensar em outras coisas depois. Como o tempo ideal de limpeza é de dois minutos, que tal fazer de forma bem caprichada? Além disso, a falta de atenção também pode refletir no esquecimento da higiene ao longo do dia. Não deixe que estas situações prejudiquem sua saúde bucal.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

imagem

3 Coisas que Você Precisa Saber Sobre a Extração do Dente do Siso

O PACIENTE É ANESTESIADO?

Não precisa se preocupar com a dor no momento da cirurgia. Todo procedimento cirúrgico invasivo, como uma extração de siso, precisa de uma anestesia prévia. Grande parte dos cirurgiões costuma fazer isso com a seringa carpule (uma seringa de metal), que também pode ser usada no procedimento de canal. Mas, atualmente, o mercado se encontra bem mais tecnológico. “Aparelhos computadorizados podem substituir a utilização de carpule, promovendo um melhor conforto ao paciente”. Para que o efeito da anestesia ocorra, o cirurgião deve observar a anatomia de cada paciente e aplicar a agulha na região próxima ao nervo do dente a ser removido.

A CIRURGIA COSTUMA DURAR QUANTO TEMPO?

De acordo com o cirurgião, cada caso é um caso. “O tempo médio de cirurgia de siso vai de 30 a 60 minutos, mas depende da condição do elemento dentário e da perícia do cirurgião”. Ou seja, o procedimento pode se tornar mais curto ou até mesmo mais demorado. Mesmo que a extração demore um pouco mais, não precisa ficar tenso por isso! O dentista sabe o que fazer para que o seu dente seja removido com segurança, sem causar nenhum problema à saúde bucal.

OS PONTOS PODEM SE ROMPER?

Eles podem se romper ou se desprender, mas é sempre imprescindível que você comunique ao profissional do fato ocorrido. “Os pontos são peça chave no processo de cicatrização da ferida cirúrgica”. Ao realizar o ponto, o cirurgião deve levar em consideração a quantidade de tecido no momento de incisão da agulha. Dependendo de como o procedimento for realizado, os pontos podem se romper. O mesmo acontece se o paciente não praticar o pós-operatório corretamente. De acordo com o dentista, essa fase é importante para que a pessoa tenha uma recuperação segura.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

imagem

3 Hábitos que podem estar deixando seus dentes Amarelados

Ter um sorriso branco se tornou requisito estético para muitas pessoas. Mas nem todo mundo consegue ter dentes naturalmente desta cor. Apresentar um tom amarelado é relativamente normal, mas que pode ser corrigido. Porém, não é mágica! Você precisa colaborar para esse efeito. Como andam seus hábitos diários quanto à alimentação e higiene bucal?Você pode achar que não há relação alguma, mas isso contribui muito na busca por dentes mais brancos.

1- CONSUMIR ALIMENTOS QUE MANCHAM OS DENTES

Muitos alimentos do seu cardápio acabam sendo o motivo do amarelamento dos dentes. Existem várias causas dessa mudança de cor e uma delas é a alimentação. “Uso excessivo de bebidas e alimentos com corantes como café, chocolate, vinho, molhos, entre outros”. Para reverter este cenário, que tal iniciar uma dieta mais balanceada? Você não precisa abolir todos os alimentos, mas pode evitá-los ou adotar técnicas que driblam o manchamento, como o uso de canudo para beber sucos ou refrigerantes. Assim a bebida não entra em contato com os seus dentes.

2- FUMAR TAMBÉM DEIXA OS DENTES AMARELADOS

Além de ser um mau hábito que afeta diretamente na saúde geral, o tabagismo é também responsável pelo amarelamento dos dentes. “Sabe-se que o cigarro é um dos fatores que mais prejudicam a saúde da boca e não importa a quantidade”. É claro que outros fatores podem colaborar para este efeito, como a alimentação e o envelhecimento natural da dentina, mas os maus hábitos são os principais responsáveis por desbotar a cor natural do sorriso. Pense melhor antes de aceitar o primeiro cigarro e reflita no momento de fumar o último.

3- DEIXAR DE FAZER A HIGIENE BUCAL

Pode ser apenas uma vez, mas se você deixar de fazer o ritual de saúde bucal diário seus dentes podem ficar amarelos. A preguiça é o principal fator que te impede de fazer uma boa escovação? Pense que seu bem-estar oral e a saúde do organismo estão em jogo. Realizando uma limpeza completa, de aproximadamente dois minutos após todas as refeições, você consegue manter um sorriso saudável e com sua cor natural.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

imagem

3 Motivos Para Fazer Clareamento Dental

Talvez você olhe no espelho e não sente-se bem com os seus dentes. Aquele aspecto amarelado tem incomodado de modo que você já sente vergonha ao sorrir. Mas a boa notícia é que há solução através do clareamento dental. O procedimento estético da Odontologia devolve a cor natural dos seus dentes e ameniza as manchas existentes. Após realizá-lo é importante tomar todos os cuidados para prolongar a sua duração. Mas se você ainda está na dúvida se deve ou não investir nesse tratamento, listamos 3 motivos para te ajudar a decidir.

É SEGURO?

O processo de clareamento dental é simples, tanto que pode ser feito até mesmo em casa, seguindo as orientações e acompanhamento de um profissional. O procedimento utiliza produtos a base de peróxido de hidrogênio que quando entram em contato com a superfície dos dentes, conseguem quebrar as moléculas de pigmentos, tornando-as menores. Dessa forma, o dente fica mais claro.

1- MESMO COM TODOS OS CUIDADOS BUCAIS, O RESULTADO AINDA NÃO É SATISFATÓRIO

Você já entendeu a importância da limpeza oral completa, usando creme, fio dental e enxaguante bucal todos os dias. Mesmo seguindo todos os passos da higiene bucal correta, os seus dentes ainda não estão brancos como gostaria. É um bom momento para avaliar a necessidade de um clareamento dental e dar aquele up que o seu sorriso precisa.

2- É UM ITEM DE BELEZA PARA UM COMPROMISSO IMPORTANTE

Sim. O clareamento dental pode ser parte da sua rotina de beleza. Quando temos um grande compromisso, como o dia do casamento ou aquela festa de formatura, pensamos na roupa, cabelo e maquiagem. Mas por que não caprichar no sorriso também? Investir no branqueamento dos dentes para uma data especial faz toda a diferença no resultado do seu visual. Até porque um sorriso amarelado não combina com nada.

3- RENOVA A AUTOESTIMA

Ter dentes bonitos ajuda a elevar a autoestima. O sorriso costuma ser a primeira impressão que uma pessoa passa, então por que não cuidar desse cartão de visitas? Nada como dentes mais claros para se sentir mais apresentável e bem consigo mesmo.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

imagem

3 Problemas que Podem Afetar os Dentes de Leite

A preocupação com os dentes do seu filho é inevitável, mas não há motivo para desespero. Até porque, os problemas que podem afetar os dentes de leite são basicamente os mesmos que afetam os permanentes. “Os principais são a cárie e algumas anomalias genéticas e de formação do esmalte e da dentina”.

Tendo isso em vista, além de consultas periódicas ao odontopediatra, a especialista recomenda aos pais: “A prevenção é feita através da higienização bucal desde a época em que o bebê possui apenas as gengivas. Ela é iniciada com uma limpeza com gaze e água, e vai evoluindo para a escovação conforme o surgimento dos primeiros dentinhos”.

O QUE É A FLUOROSE DENTÁRIA? QUE RISCOS ELA TRAZ PARA A SAÚDE DAS CRIANÇAS?

Apesar de ser um hábito que mereça ser estimulado, a escovação dos dentes em excesso pode causar a chamada fluorose dentária. Isso acontece porque a abundância de flúor no organismo infantil durante a formação do esmalte e da dentina, além do flúor presente nos cremes dentais, pode ocasionar os dentes manchados. Com um aspecto que varia entre amarronzado e amarelado, a fluorose muitas vezes é confundida pelos pais com as cáries, mas na prática são problemas completamente diferentes. É fundamental que ao sinal de qualquer anormalidade nos dentes, os pais busquem orientação profissional.

O QUE FAZER AO IDENTIFICAR CÁRIES NOS DENTES DE LEITE?

Um dos mais temidos problemas bucais de todos os tempos é a cárie. Embora essa complicação não dependa exclusivamente da idade, as cáries acometem principalmente as crianças, tornando-se um fator de alerta para os pais. O ideal é focar na prevenção, obtendo orientações de um odontopediatra sobre como fazer a higiene entre as mamadas, além de outros cuidados.

O QUE CAUSA A EROSÃO NOS DENTES DE LEITE E QUAL A SOLUÇÃO?

Uma das preocupações recentes dos especialistas é a erosão dentária, um transtorno que provoca a diminuição constante da espessura do esmalte do dente e mais uma série de outros problemas. Ela pode ser causada por pelo menos dois motivos: devido a escovação com uma escova inadequada para a idade, ou por fazer muita força no ato de escovar. “O ideal é usar escovas adequadas à idade, com cabeça pequena e cerdas macias. Deixar a criança ‘escovar’ e, em seguida, o responsável fazer a escovação com delicadeza,”.

 

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

imagem

4 Coisas que todo Mundo Pensa na Hora da Passar o Fio Dental

1) SÓ USO FIO DENTAL QUANDO ALGUMA COMIDA FICA PRESA ENTRE OS DENTES

Depois de certas refeições, alguns pedacinhos de alimentos ficam grudados no espaço entre os dentes. Esse é o momento em que o fio dental mais costuma ser lembrado. No entanto, esse utensílio não tem apenas a função de nos livrar do mico de ser pego com uma sujeirinha entre os dentes. Além de retirar esses restos, ele também é responsável por remover a placa bacteriana que, muitas das vezes, nem enxergamos naturalmente no espelho. Ao eliminar essa placa, diminuímos as chances de desenvolver problemas gengivais.

2) NÃO GOSTO DE USAR PORQUE MACHUCA MINHA GENGIVA

Depois de algum tempo sem o fio, você resolve finalmente utilizá-lo. Logo na primeira passada sente uma dorzinha chata te incomodando. Não é motivo para desistir! Uma possibilidade é que você tenha feito muita força, já que não está acostumado. Outra explicação pode ser que alguma doença gengival já tenha se instalado, por isso o ideal é agendar logo uma consulta com seu dentista. Fique de olho! Nesse caso, o uso do fio dental se torna ainda mais necessário.

3) PASSAR FIO DENTAL DEMORA MUITO, É MAIS FÁCIL APENAS ESCOVAR

Por mais que seja um processo chatinho, o uso do fio dental não pode ser substituído pela escovação. Você pode tentar se convencer de que apenas com o uso correto da escova seu sorriso vai estar a salvo de problemas, mas isso pode não ser verdade. O fio dental consegue alcançar lugares que a escova não atinge, por isso é essencial para manter sua boca saudável.

4) MEUS DENTES SÃO MUITO JUNTOS, NÃO CONSIGO ENCAIXAR O FIO

Se você tem os dentes muito juntinhos, o uso do fio pode se tornar mais difícil. Tentar colocar muita força na hora da sua aplicação não é o mais indicado, porque você pode acabar machucando a gengiva e o fio acabar se desfazendo. Essa situação não significa que você deva deixar de lado seu uso, ele continua sendo indispensável! Felizmente, existe um tipo de fio mais indicado para pessoas com a arcada mais junta. Esse modelo é mais fino e achatado, além de ter maior resistência para não desfiar.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

imagem

4 Formas de Evitar Manchas nos Dentes

1) FAÇA CLAREAMENTO COM AJUDA DE UM PROFISSIONAL

O clareamento é o melhor meio de acabar com qualquer problema de coloração nos dentes, seja manchamento, escurecimento ou até a fluorose dentária. Mas se essa técnica for realizada sem a indicação ou consentimento de um profissional, pode causar manchas ainda mais graves.

2) CONTROLE A QUANTIDADE DE CREME DENTAL

Outro motivo das manchas é o uso exagerado de creme dental durante a higiene. Se a quantidade passar do tamanho indicado pelos dentistas, esse hábito prolongado pode causar a fluorose dentária – um problema que acontece apenas na fase de transição dos dentes de leite para os permanentes. Essas manchinhas brancas só podem ser retiradas apenas com clareamento dental.

3) ACABE COM OS MAUS HÁBITOS DA BEBIDA E DO CIGARRO

Existem também aqueles hábitos que precisamos romper para o bem da nossa saúde geral e bucal. O fumo e o consumo de bebidas alcoólicas são alguns deles. Além de serem os maiores fatores para o câncer de boca, também podem causar manchas amareladas e escuras nos dentes. Você até pode fazer um clareamento para voltar a ter um sorriso branco, mas se continuar consumindo essas substâncias, novas manchas vão aparecer.

4) EVITE ALIMENTOS COM CORANTE OU QUE MANCHAM OS DENTES

Molho na batata frita, refrigerante bem gelado e um hambúrguer com bastante catchup. Se este cenário for comum nas suas refeições é bem capaz que você adquira algumas manchas pelo sorriso. Alimentos industrializados ou que levam corantes, consumidos ao longo do tempo, podem amarelar os dentes. O melhor jeito de fugir desse problema é mudando a sua alimentação para uma mais saudável. Essa transição trará muitas vantagens para o seu sorriso e organismo.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

imagem

4 Momentos que só o Uso de Aparelho Ortodôntico te Proporciona

1- “DÁ UM SORRISO AÍ”

Depois que você colocou aparelho virou o assunto da família. Logo você recebe aquela mensagem da sua avó pedindo uma foto, ou seus amigos no trabalho agora querem que você sorria o tempo todo para saber como você ficou ou qual cor de borrachinha você escolheu desta vez. Chega uma hora que você não aguenta mais!

2 – CORES, MUITAS CORES…

Falando em borrachinhas, a vida do paciente ortodôntico está concentrada em definir de mês em mês qual é a nova cor desse acessório do seu aparelho. Há quem prefira as cores mais claras, outros as mais escuras, há quem goste de misturar tons ou fazer combinações de acordo com seu humor. A boa notícia é que essa escolha é sempre sua. Só recomendamos ter um cuidado maior para o uso de cores branca ou tons mais claros, pois elas mancham mais facilmente e, dependendo da sua alimentação, é impossível conservar a cor das borrachinhas sem deixar o sorriso com um aspecto manchado.

3- VOCÊ SÓ FALA NISSO E ATÉ FAZ NOVOS AMIGOS

Com essa novidade na sua vida, é comum que o assunto seja só isso quase o tempo todo, principalmente nos primeiros dias quando você ainda está se adaptando ao aparelho. Como só quem usa entende, você começou até a se identificar mais com outras pessoas do sorriso metálico, seja no transporte público, no seu trabalho ou aquele vizinho que você conhecia pouco. É claro que o assunto entre vocês sempre passa por borrachinhas e consultas de manutenção.

4 – PESQUISAR TODOS OS PRODUTOS INDICADOS

Usando aparelho ortodôntico, é comum que seu dentista recomende algumas ferramentas especiais que vão compor a sua higiene bucal a partir de agora. A escova ortodôntica é a mais comum, mas há também escova interdental e um fio dental especialmente desenvolvido para estes pacientes, que vem acompanhado de uma extremidade rígida, pois ela permite a inserção do fio sob aparelhos ortodônticos. Logo você senta de frente ao computador e já quer pesquisar mais detalhes sobre esses produtos e onde comprar. Acredite, vão fazer um bem danado à sua saúde bucal!

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

imagem

4 Situações Embaraçosas que você já Passou por não Escovar os Dentes

1. ACORDAR COM MAU HÁLITO DO LADO DO CRUSH

A noite anterior foi bacana, o papo fluiu e na hora de dormir ninguém nem se lembrou de escovar os dentes. No dia seguinte, ele surge: o mau hálito matinal; e logo bate aquele arrependimento de ter deitado sem fazer a devida higiene. Para evitar que esse tipo de incidente se repita, o ideal é carregar consigo um kit de escova + creme dental sempre que for dormir fora de casa, para que a saúde bucal não traga maiores constrangimentos – até mesmo porque é fundamental escovar os dentes logo pela manhã também. Pior do que acordar com um gosto horrível na boca, é acordar com bafinho do lado do (a) crush que você está tentando impressionar, né?

2. FICAR COM AQUELE PEDACINHO DE FEIJÃO PRESO NOS DENTES

Uma vez ou outra, é inevitável que algum alimento – como o feijão ou a alface – fique estrategicamente preso bem nos dentes da frente. A escovação dos dentes após as refeições é a melhor maneira de evitar que inconvenientes aconteçam como, por exemplo, conversar com um colega de trabalho por um longo tempo até perceber que tem algo preso no seu dente.

3. QUANDO SURGE O MAU HÁLITO NAS HORAS MAIS ALEATÓRIAS (E INCONVENIENTES) DO DIA

Imagine que você tem uma reunião de trabalho no final da tarde, depois de já ter almoçado e escovado os dentes e acreditando que nada vai ser capaz de estragar seu dia. De repente, a sua boca começa amargar e você sente o mau hálito começando a dar as caras… Mas você fez tudo certo, como isso é possível? É importante lembrar que escovar os dentes é um hábito que deve ser mantido regularmente e não apenas em ocasiões importantes. E além dos dentes, é preciso realizar a escovação também da língua para remover a saburra, uma pasta branca que se deposita no local e é responsável por cerca de 60% dos casos de mau hálito.

4. IR A UM ENCONTRO E FICAR COM A SENSAÇÃO DE BOCA SECA

O nervosismo que acontece na véspera de um encontro é normal e pode provocar a sensação de boca seca, mas você sabia que isso também pode ser facilitado pela falta de higiene bucal? Outra consequência da saburra lingual, além do mau hálito, é justamente essa sensação que nos faz acreditar que nem ingerindo um litro de água a boca vai voltar ao normal. Isso acontece porque o acúmulo da placa bacteriana afeta diretamente a produção de saliva, desestimulando-a. Portanto, a higienização e remoção diária do saburro é a chave para evitar esse tipo de situação.

imagem

5 Consequências de Não Corrigir o Desalinhamento dos Dentes

1) ATM: O encaixe de forma incorreta entre os dentes, que leva à mordida cruzada, com o tempo pode levar a uma série disfunção na articulação temporo-mandibular (ATM). “Quando a ATM não está na sua posição correta, ela pode ser responsável por dores de cabeça, enxaquecas, estalos, dores e cansaço no rosto após as refeições ou depois de falar muito. Além disso, a disfunção causa dores nos olhos e nos ouvidos”.

2) Respiração bucal: Outro problema decorrente dos dentes desalinhados é a respiração bucal, que pode trazer uma série de complicações e doenças respiratórias para o paciente. “O nariz funciona como uma espécie de filtro que impede a passagem de micro-organismos, e a respiração bucal facilita a entrada de vírus e bactérias no organismo e, assim, a contração de doenças mais facilmente”. A respiração bucal, especialmente durante a noite, faz com que a boca fique seca e sem lubrificação necessária da saliva, podendo facilitar o acúmulo de placa bacteriana e cáries, além do mau hálito. “É importante observar a respiração desde cedo, quando criança, para garantir mais qualidade de vida no futuro adolescente e adulto. Note se a sua respiração ou de seu filho está sendo feita de modo incorreto.”

3) Postura: “Assim como quando você carrega uma sacola pesada na mão esquerda, todo o seu corpo passa a compensar aquele peso do lado direito, os dentes tortos fazem com que o posicionamento da cabeça mude e isso acaba interferindo também na postura”. Isso acontece porque todas as musculaturas estão interligadas e, se o problema bucal não for tratado, as chances de dores afetarem outras partes do corpo são grandes.

4) Mastigação: É inevitável que, com a mordida cruzada, a mastigação do paciente também seja afetada – afinal, a comida não está sendo processada da maneira certa. Logo, além de poder gerar complicações para outros órgãos do aparelho digestivo, o desalinhamento dos dentes faz com que a força sobre a mastigação tenha um impacto maior sobre as raízes de alguns dentes, podendo causar gengivas sensíveis e inchadas.

5) Higiene bucal: Dentes desalinhados costumam invadir o espaço de outros dentes, estreitando o espaço entre eles. Por isso, torna-se mais difícil a higienização desse local, já que tanto a escova quanto o fio dental não conseguem operar da maneira correta. “A consequência da higienização precária é o acúmulo de placa bacteriana que por sua vez leva às cáries, gengivite e periodontite.”

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

imagem

5 Consequências do uso Prolongado de Chupetas Durante a Infância

O uso prolongado da chupeta pode trazer diversas consequências para a criança, como:

1) Mordida aberta: a criança quando oclui as arcadas, na parte posterior os dentes se encontram e na parte anterior fica um espaço entre eles, entre os superiores e os inferiores. Em alguns casos, só a remoção da chupeta já melhora essa condição, mas em muitos casos é necessária a correção com o aparelho;
2) Mordida cruzada: a arcada inferior fica mais “aberta” com relação à superior;
3) Musculatura dos lábios e língua flácidos, o que pode dificultar na sucção ao seio, na mastigação e na fala;
4) Interfere na respiração
5) Há crianças que deixam de aceitar o seio, já que o “bico” é diferente.

ESSE HÁBITO COSTUMA TER “PRAZO DE VALIDADE”

Apesar de ser um hábito que traz alguns malefícios, não há motivo para desespero, já que a maioria das crianças costuma parar de chupar o dedo ou usar chupetas por volta dos 2 aos 4 anos de idade. “O comportamento diminui gradativamente nesse período, uma vez que a criança gasta mais do seu tempo acordada explorando o que está a sua volta. A pressão dos colegas em idade escolar também faz com que elas parem de colocar o objeto na boca”.

 

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

imagem

5 dicas para aliviar a dor de dente

Separamos 5 dicas de como aliviar a dor de dente de forma rápida

A dor de dente é um incômodo produzido pela excitação de terminações nervosas na região dentária, e pode ser provocada por cáries, bruxismo, gengivite, hipersensibilidade, nascimento do siso, sinusite e até infarto. (CID-Código Internacional de Doenças)

Dica 1-Passar o fio dental e escovar os dentes
Passar o fio dental é importante para retirar qualquer resto de alimento que tenha ficado preso entre os dentes e que possa estar deixando a região inflamada e dolorida.

Dica 2-Bochechar água com sal
Bochechar água com sal vai ajudar a limpar a boca e combater micro-organismos que estejam causando a dor. Deve-se diluir 1 colher de chá de sal em 1 copo de água e bochechar a mistura por 30 segundos a cada hora, tendo o cuidado para não engolir a água.

Dica 3-Usar cravo-da-índia
O óleo do cravo-da-índia tem propriedades analgésicas e antibacterianas, ajudando a a combater infecções e a aliviar a dor e a inflamação. Para utilizá-lo, deve-se colocar 2 gotas do óleo diretamente no dente inflamado ou com a ajuda de um cotonete, 3 vezes por dia.

Dica 4-Bochechar chá de macela e própolis
O chá de macela tem propriedade calmantes e anti-inflamatórias, enquanto o própolis tem ação cicatrizante e antibacteriana, e por isso os dois ajudam a aliviar a dor e limpar o local inflamado.
Deve-se adicionar 5 gotas de própolis para cada xícara de chá de macela, fazendo bochechos com a mistura 2 vezes por dia.

Dica 5-Ir ao dentista
Os remédios caseiros irão ajudar a aliviar a dor e resolver o problema se não for nada grave, mas se após 2 dias a dor de dente não passar ou se houver pus no local e sangramentos frequentes, deve-se procurar um dentista para que ele identifique a causa do problema e recomende o tratamento adequado.

(fonte: tuasaude.com)

Lembre-se: O correto a se fazer sempre que a dor de dente aparecer, ir ao dentista o mais rápido possível. Porém, sabemos que isso nem sempre tão fácil de fazer por diversos motivos, mas é o mais importante!

Como é possível aliviar dor de dente rápido?

A dor de dente é algo que incomoda por de mais, vem quando menos esperamos e que muitas vezes conseguimos nos concentrar nos afazeres e em mais nada por causa dela.

E a pergunta de sempre é: Como aliviar dor de dente? Como aliviar dor de dente rápido? E: Como amenizar a dor de dente?

Nem todo mundo sabe, mas a dor de dente pode ser causada por diversos fatores, e sempre que você tiver uma dor de dente muito forte o mais recomendado é ir ao dentista. Para aliviar a dor de dente enquanto você espera pelo atendimento de um dentista, você pode seguir algumas dicas.

Se você não tem como consultar um dentista imediatamente, tente seguir as dicas acima, para aliviar dor de dente e para aliviar os sintomas.

imagem

5 Dicas Para Manter o Bom Hálito Mesmo Passando o Dia Fora de Casa

1) CARREGUE SEMPRE UM KIT DE HIGIENE BUCAL NA BOLSA

Se você é do tipo que passa o dia literalmente andando de um lado para o outro na rua, isso com certeza pode te ajudar a não se descuidar totalmente da saúde dos seus dentes. Dar um pulinho no banheiro do shopping ou do restaurante em que você almoçou não precisa ser algo demorado, mas a escovação é uma atitude importante para eliminar todos os restinhos de comida que podem ter ficado na sua boca. Agora se você tem o hábito de almoçar na própria empresa, melhor ainda! Certamente tem um banheirinho que você pode usar depois do almoço para dar uma atenção especial ao seu sorriso, não é mesmo? Pode ser que nem sempre você ande com uma bolsa ou mochila com espaço para um kit completo de higiene, mas pelo menos uma escova de dentes e um creme dental são essenciais para limpar os seus dentes e deixar sua boca com um hálito mais agradável.

2) EVITE ALGUNS TIPOS DE ALIMENTOS

Você já deve estar careca de saber que alimentos considerados odoríferos, como o alho e cebola, são uns dos principais motivos para a alteração do hálito, né? O cheirinho acaba se tornando inevitável, por mais gostosos que eles sejam, e a única maneira de contornar isso é fazer uma escovação logo em seguida. Mas você sabia que existem também outros tipos de alimentos que podem influenciar nesse quadro também? Pois aperitivos ricos em proteína e gordura animal, como o salame e a mortadela, ou até mesmo os queijos amarelos consumidos em excesso, também podem ser responsáveis pelo mau cheiro. Portanto, se a ideia é ficar longe do mau hálito, uma boa ideia é ficar longe de uma alimentação que contenha esses produtos.

3) BEBA BASTANTE ÁGUA

Um líquido e muitos benefícios! A água, além de ser ótima para dar aquela hidratada no seu organismo e ajudar no processo de digestão, também é um excelente componente para afastar a halitose. Beber bastante água ajuda a evitar o ressecamento da boca, já que a sensação de boca seca pode ser uma das causas para que o cheirinho ruim se manifeste quando você menos esperar. Então nada melhor do que andar sempre com uma garrafinha do lado para matar sua sede e fugir do mau hálito!

4) ALIMENTE-SE DE 3 EM 3 HORAS

A recomendação para comer de 3 em 3 horas não serve apenas para evitar uma alimentação desequilibrada, viu? É claro que isso conta bastante na hora de saciar a fome de forma correta e sem exageros, mas a verdade é que o jejum prolongado também pode acabar provocando um odor indesejado bem no meio do seu dia. Ninguém quer isso, né? A dica é levar sempre uma barrinha de cereal ou um fruta na bolsa para cumprir isso.

5) UM CHICLETINHO SEM AÇÚCAR ÀS VEZES PODE AJUDAR

Apesar de não ser uma alternativa que substitua uma boa higiene bucal, um chicletinho pode cair bem quando você sente que o mau hálito está querendo aparecer e você precisa dar um jeitinho nisso. “Mas chiclete não faz mal para a saúde bucal?” Calma! Apesar de o chiclete comum conter uma grande quantidade de açúcar que pode desencadear a formação de cáries, existe uma outra opção que pode substituí-lo: o chiclete sem açúcar. Além de estimular a produção de saliva, esse tipo de goma de mascar ainda deixa você com um hálito super refrescante!

 

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

imagem

5 Mentiras que os Pacientes Contam aos Dentistas Quando Quebram o Aparelho!

1) NÃO ASSUMIR A CULPA QUANDO UM BRAQUETE SOLTAVA POR CONTA DE ALGO QUE VOCÊ COMEU

Quem já fez um tratamento ortodôntico sabe que, para o sucesso dele, é necessário abrir mão de alguns alimentos durante um tempinho. Pipoca, amendoim e outras comidas muito duras podem danificar as estruturas do aparelho – mas quem disse que você seguiu essas regras, né? Se um braquete aparecesse quebrado ou solto por conta da comida, você dizia ao dentista que só tinha se alimentado se sopa…

2) OS ELÁSTICOS ESTÃO MANCHADOS, MAS NÃO POR ALGO QUE VOCÊ COMEU OU BEBEU

Os elásticos ortodônticos também são importantes para o sucesso do tratamento, mas costumam incomodar quem está começando a usar aparelho. Assim como no caso dos braquetes, o elástico também pode ser danificado por alguns alimentos mas, mais uma vez, isso não te impediu. Quando o dentista perguntava sobre os elásticos manchados, você nem pensava em comentar sobre o refrigerante ou café que andou tomando.

3) FAZER A LIMPEZA DO APARELHO ORTODÔNTICO CORRETAMENTE – SÓ QUE PRESTES A ENTRAR NA SUA PRÓXIMA CONSULTA

Você se confundiu com as datas e esqueceu de que sua próxima consulta com o dentista estava mais próxima do que imaginava: seria naquele mesmo dia e dali apenas a alguns minutos. Para piorar, justamente nesse dia, você provavelmente aproveitou a “folga” entre as consultas para comer algo que não devia. Quem nunca fez a higienização correta do aparelho – com direito a fio dental e tudo – na sala de espera do consultório, que atire a primeira pedra!

4) NÃO ADMITIR QUE TIROU AS BORRACHAS NA PARTE DE TRÁS OU OS ELÁSTICOS DO APARELHO

Quase todo mundo que usou um aparelho ortodôntico conta que sofreu com as borrachas na parte de trás da boca, sem falar dos famosos elásticos. O incômodo que eles podem causar são uma das principais reclamações sobre o tratamento – e, admita, você provavelmente tirou essas pecinhas do lugar mais de uma vez. Se o dentista perguntasse algo a respeito, no entanto, você negava esse detalhe até a morte!

5) MENTIR SOBRE USAR A CONTENÇÃO TODAS AS NOITES

Também é supercomum que, depois de terminar de usar aparelho, o paciente precise usar uma contenção – acessório que tem a função de garantir que os resultados do tratamento sejam mantidos. Quem usava a contenção móvel, principalmente à noite, já tentou esconder do dentista que foi dormir algumas – ou várias vezes – sem ele.

 

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

imagem

5 Motivos para Escovar a Língua

1) DAR UM FIM NA SABURRA BUCAL!

A boca é a primeira etapa do sistema digestivo e os resíduos que se acumulam na língua durante as refeições, com o passar do tempo, somado à falta de limpeza da região, resulta na formação de uma massinha branca ou amarelada no lado posterior da língua. “Essa camada, chamada de saburra lingual, é formada a partir do acúmulo de restos de alimentos, de células mortas e de muco produzido naturalmente pela boca”. O problema é que essa sujeira toda é o motivo para o alojamento de bactérias, fungos e responsável por 90% dos casos de halitose. Para evitar essa situação, basta escovar a língua muito bem em toda a higiene bucal.

2) PREVENIR A PROLIFERAÇÃO DE BACTÉRIAS E FUNGOS

Escovar a língua é importante até mesmo para a saúde do nosso corpo. “Sendo a boca a porta principal para algumas doenças sistêmicas, uma higienização completa nos previne contra a entrada de bactérias e fungos em nosso organismo por via oral”. Por isso, não esqueça: a limpeza completa da boca não se resume apenas na escovação dos dentes, mas também na dos tecidos moles – isso conta as gengivas, céu da boca e a língua.

3) MANTER SEU HÁLITO SEMPRE REFRESCANTE

Outro ponto positivo é que esse ritual também é muito importante para a autoestima do paciente, já que elimina o mau hálito, evitando constrangimentos pessoais. Desta forma, a dentista ensina como a faxina deve ser feita: “A higienização precisa ser praticada sempre durante ou após as escovações, é importante o uso de alguns instrumentos no auxílio da limpeza como escovas e limpadores linguais”.

4) PARA QUE SUA LÍNGUA FIQUE ROSADA!

Para saber se você está praticando uma boa higiene bucal, basta reparar na cor da sua língua! Se ela estiver com uma cor rosada, significa que está bem saudável. Por outro lado, a profissional lembra que alguns especialistas afirmam que um aspecto meio esbranquiçado pode até ser comum, mesmo para quem escova a língua.

5) PREVENIR A FORMAÇÃO DE CÁRIES E DA PERIODONTITE

Manter a língua bem escovada também previne a formação de doenças dentais, como a própria cárie e a periodontite. Esses problemas são muito perigosos, pois podem deixar seus dentes com sensibilidade, retração gengival podendo resultar até mesmo na queda. “Ambos os desconfortos podem ser evitados com uma correta higienização bucal com a escova e o limpador de língua, mantendo a boca limpa e saudável”.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

imagem

5 Situações que Acontecem quando você tira o Aparelho Ortodôntico

Ele foi seu companheiro durante anos, mas chegou o momento de dizer adeus. Mas no lugar da tristeza você sente alívio. O aparelho ortodôntico é poderoso para qualquer arcada dentária desalinhada e seu uso pode levar bastante tempo. Quando chega o momento de retirar, o paciente fica com aquela ansiedade de ver seu sorriso novo e certinho. Sair do consultório sem aqueles acessórios nos dentes dá uma diferença e tanta não só no visual, mas também em todo o universo da boca.Confira 5 situações que acontecem quando você tira o aparelho fixo .

1. VOCÊ NÃO PARA DE SORRIR

A partir do momento que o seu ortodontista diz “pronto” e você olha no espelho aqueles dentes lisinhos e alinhados, dá vontade de ficar sorrindo para sempre. Você, não por coincidência, se torna uma pessoa mais alegre e sai distribuindo sorrisos para todos. Sem falar da vontade de tirar aquela selfie e postar nas redes sociais para todo mundo conferir seu mais novo visual. É, sem dúvidas, um dia de muita alegria para você.

com você.

1. VOCÊ NÃO PARA DE SORRIR

A partir do momento que o seu ortodontista diz “pronto” e você olha no espelho aqueles dentes lisinhos e alinhados, dá vontade de ficar sorrindo para sempre. Você, não por coincidência, se torna uma pessoa mais alegre e sai distribuindo sorrisos para todos. Sem falar da vontade de tirar aquela selfie e postar nas redes sociais para todo mundo conferir seu mais novo visual. É, sem dúvidas, um dia de muita alegria para você.

2. VOCÊ FICA ANSIOSO PARA SABOREAR O SEU PRATO FAVORITO

Sabe aquela refeição que você mais gosta no mundo? Saboreá-la sem todos os acessórios do aparelho tem um gostinho bem diferente. Morder aquele sanduíche favorito ou aproveitar o cinema comendo uma pipoca sem aquela preocupação de braquetes e fios que podem se soltar é muito bom. Mas preste atenção na hora de mastigar estes alimentos mais crocantes e durinhos. Você tirou o aparelho, mas os seus dentes ainda correm perigo de quebrar com estas guloseimas.

3. TODA HORA VOCÊ PASSA A LÍNGUA NOS SEUS DENTES

Seus dentes ficaram um bom tempo com o aparelho. Então, é normal você querer sentir toda hora a superfície lisa dos seus parceiros bucais com a língua, além de perceber que eles estão mais alinhados e certinhos do que nunca. Mas fique atento para isso não se tornar uma mania. Nos primeiros dias é considerada uma atitude normal. Depois de um tempinho acaba se tornando um hábito feio.

4. O ESPELHO SE TORNA SEU MELHOR AMIGO

Sim, você tem vontade de olhar o tempo todo para os seus dentes. Não é à toa que os espelhos, vidros de carros e o reflexos das vitrines de lojas se tornam seus melhores amigos. Foram tantos anos usando aparelho que é difícil acreditar que você está sem o acessório agora. Mas, acredite, você conseguiu e seus dentes estão perfeitos. Sua única preocupação agora é praticar aquela limpeza caprichada para mantê-los sempre assim… lindos.

5. A PRIMEIRA HIGIENE BUCAL É A MAIS ESPERADA

Parece até que você está escovando os dentes pela primeira vez na vida. A sensação das cerdas da escova passando pelos seus dentes e gengiva é como se fosse uma massagem bem relaxante. O fio dental não demora tanto tempo para passar como antes e o enxaguante bucal não muda: sem álcool e finaliza sua higiene protegendo a boca das futuras bactérias invasoras.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

imagem

6 situações chatas para quem está com Aftas

1.ESCOVAR OS DENTES

Sem ter afta já há quem ache o momento de escovar os dentes bem chatinho, imagine para quem tem. Você logo quer desistir, certo? Só de pensar as costas da escova acertando em cheio a ferida ou a sua mão esbarrando na afta enquanto passa o fio dental entre os dentes lhe causa pavor. Entretanto, é justamente nessa situação que a limpeza oral não deve ser deixada de lado. O acúmulo de bactérias na sua boca só tende a agravar o problema. A recomendação é passar a escova de forma mais leve e com muito cuidado para não lesionar mais ainda a ferida.

2.COMER ABACAXI

Se alimentar com qualquer coisa parece impossível quando as desagradáveis aftas estão habitando seu universo bucal. Mas comer abacaxi está no ranking número 1 dos piores alimentos para consumir quando uma afta aparece. Só um leve toque do alimento na região já causa aquela ardência de lacrimejar os olhos. É, a gente entende. Além disso, é bom lembrar que alimentos ácidos contribuem para esse quadro de estomatite aftosa. Por isso, evite-os nessa fase.

3.TOMAR SUCOS CÍTRICOS

Seu suco favorito é o de limão ou laranja? Afinal, são aqueles mais fáceis de se fazer em casa, né? Enquanto estiver com as famosas feridinhas na boca pode esquecê-los. O mesmo do abacaxi vale para essas frutas: por ser um alimento ácido o suco pode piorar a sua condição. Além de tornar a experiência refrescante extremamente desagradável. Prefira a água por enquanto.

4.BEIJAR

Nada como a chegada do dia daquele encontro, né? Tudo parece estar se saindo bem, até você se deparar com um incômodo bucal. Vai conferir no espelho e vê que aquela bolha branca está lá para atrapalhar os seus planos. Dependendo do local da afta, beijar pode ser um verdadeiro pesadelo. É bom não arriscar, até por questão de saúde, certo?

5.VOCÊ NÃO CONSEGUE FALAR DIREITO

Falar pode ser uma tarefa bem difícil para quem está com afta. A dor que elas causam atrapalham no momento da gesticulação e muitas vezes as palavras podem sair emboladas. Se não bastasse todo o sacrifício que você faz para conseguir formar uma frase, a pessoa que está te ouvindo pede para você repeti-la. Para não se irritar, melhor aproveitar a ótima oportunidade para seguir aquele ditado “ouça mais, fale menos”.

6.SORRIR PARA AS FOTOS

Abrir aquele sorriso de orelha a orelha pode ser angustiante para quem está com afta. A chatinha já está ali o dia todo te incomodando e você ainda precisa ser simpático(a) quando pedem para sorrir para uma foto. Esticar os músculos da face é dor na certa e fotos nada bonitas.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

imagem

A Afta NÃO Sumiu Após o Período de 7 a 10 Dias. O que Fazer?

Este tempo de evolução de 7 a 10 dias é bastante comum para quadros de estomatite aftosa recorrente.“Qualquer lesão que não cicatrize de 10 dias a duas semanas deve ser investigada”. Portanto, caso a afta ultrapasse esse limite e não desapareça, é importante procurar um profissional especializado para diagnosticar e tratar esse quadro. “Apenas o estomatologista terá a capacidade técnica e científica de conduzir o caso adequadamente, especialmente em termos de definição de diagnóstico”.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

Fonte: sorrisologia

imagem

A Cárie Dentária Atinge Somente Dentes Molares?

Não! É comum de os primeiros sinais da cárie serem indicados pelos dentes posteriores, devido ao difícil acesso a eles. “Esse caso é mais frequente devido à sua localização, que dificulta a higiene dental, e a sua anatomia que facilita o acúmulo de resíduos nos sulcos presentes na face de mastigação”.

Mas as bactérias também podem atingir qualquer um dos dentes e formar as conhecidas lesões e manchinhas marrons. Por isso que é tão importante higienizar todos os dentes. “Devemos passar fio dental antes das escovações, escovar os dentes após as refeições e complementar a higiene com enxaguantes bucais”.

CÁRIE PODE ACONTECER EM QUALQUER IDADE

A cárie já pode aparecer desde a primeira erupção dos dentes! É comum que crianças desenvolvam o quadro, por conta da falta da rotina de higienização e o consumo excessivo de açúcares. Mas o problema bucal também pode aparecer em adultos e, até mesmo, idosos. Ela é formada por bactérias naturalmente presentes na boca. Mas sempre que elas se acumulam na região e a doença se instala, provoca fortes dores ao comer e manchas marrons nos dentes. A prevenção é uma simples mudança de hábitos, melhorando a higiene oral e seguindo as indicações dos profissionais. “Devemos ter uma boa higiene oral desde o aparecimento dos primeiros dentes, ensinando para as crianças a importância da escovação e cuidados de higiene oral”.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

Fonte: sorrisologia

imagem

A Cárie em Estagio Inicial Pode ser Removida só Com Escovação?

Apesar de nossos dentes serem muito fortes e resistentes, não se pode deixar os hábitos de higiene bucal de lado. “A lesão que a cárie faz no órgão dental (a coroa e a raiz do dente) precisa ser entendida num contexto de diversos fatores, sendo eles: tempo, indivíduo ou dente suscetível, microrganismos e dieta cariogênica”. “As cáries se desenvolvem da seguinte maneira: ao se instalarem no dente, os microrganismos começam a produzir ácidos na superfície do esmalte, alterando o pH da mesma, gerando uma porosidade”.

Após esse primeiro momento, acontece uma perda mais acentuada de elementos minerais importantes, como flúor e cálcio, formando um pequeno furo na superfície do esmalte. “Se essa lesão persistir, ela ultrapassará a camada do esmalte, chegando na dentina (uma camada do dente mais profunda), que é responsável pelas transmissões dolorosas. Caso não seja tratada neste estágio, a cárie atingirá a polpa dentária, gerando dor aguda e a necessidade de tratamento de canal”.

“O melhor “remédio” para o não surgimento de lesões de cárie é realizar a higienização bucal corretamente. Porém se mesmo assim elas aparecerem, existem alternativas conservadoras ou restauradoras para o tratamento”. No entanto, vale lembrar também que qualquer problema diagnosticado no seu início, é menos doloroso para ser tratado, incluindo as cáries.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

Fonte: sorrisologia

imagem

A Doença Periodental

A falta de uma boa higiene oral pode resultar no surgimento de várias doenças, como a gengivite e periodontite. Mas se você pensa que todos estes problemas estão relacionados apenas com seu universo bucal, está totalmente enganado. “Existe uma relação, comprovada cientificamente da doença periodontal com diversas outras doenças do corpo, ditas como sistêmicas. Dentre elas podemos destacar a diabetes, problemas cardiovasculares e o estresse”.

O DIABETES NÃO ESTÁ DE FORA DESSA

As doenças bucais são um grande risco para a saúde dos dentes de qualquer pessoa. Para quem tem diabetes esse problema fica cada vez maior. “A relação da doença periodontal com o diabetes parece ter interferência mútua, ou seja, a diabetes interfere piorando a saúde gengival ao passo que as doenças gengivais interferem aumentando a glicemia dos diabéticos”. Por isso, quem tem este problema é importante tratar não só do sorriso, como também do controle de açúcar do sangue.

DOENÇAS CARDIOVASCULARES E ESTRESSE TAMBÉM ATRAPALHAM

Algumas pesquisas também indicam a relação da periodontite com doenças cardíacas e emocionais. “A falta de saúde bucal parece ser fator de risco, também, para problemas cardiovasculares como a ateroesclerose (que são placas de gordura no interior das artérias). Outros fatores como o estresse e a depressão parecem afetar a imunidade do indivíduo, tornando-o mais suscetível a problemas gengivais”.

AS FUTURAS MAMÃES TAMBÉM PRECISAM TER CUIDADO

A higiene bucal durante a gravidez é muito importante. Ainda mais por ser um período de várias mudanças hormonais, causando enjoos e desejos por alimentos calóricos. Por isso, é necessário ter cuidado para que o surgimento de doenças não atinja os dentes e gengivas das futuras mamães. “No caso das gestantes é muito importante a realização do pré-natal odontológico, pois a periodontite está associada a partos prematuros e ao nascimento de bebês com baixo peso”.

A MELHOR ESCOLHA É A PREVENÇÃO

A prevenção ainda é a melhor maneira de evitarmos os problemas. “Hábitos saudáveis, aliados a uma correta higiene bucal e consultas semestrais ao dentista são atitudes simples de serem tomadas e que fazem um bem enorme”.

NADA MELHOR DO QUE USAR UMA ESCOVA APROPRIADA

Para evitar que qualquer problema bucal domine seu sorriso é importante escovar seus dentes da melhor maneira e com ajuda de uma escova bem especial que possui cerdas antibacteriana. Ela impede o crescimento das bactérias na sua escova de dentes por até 90 dias e um sistema que remove a placa bacteriana dos dentes nos lugares mais difíceis. Com suaves estimuladores de borracha elas também massageiam as gengivas, deixando-as livres das doenças periodontais.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

imagem

A Escova Interdental Substitui o uso do Fio Dental?

As ferramentas para uma higiene oral não se resumem à escova de dente convencional, fio dental e enxaguante. Além desses itens básicos, existe também a escova interdental. À primeira vista pode parecer que todas as escovas dentais são a mesma coisa, mas ao contrário do que muitas pessoas pensam, não é. Esse tipo de escova auxilia – e muito – a retirada dos restinhos de alimentos entre os dentes. Mas se a gente parar para pensar, o fio dental também tem essa função? Isso quer dizer que você não precisa mais usá-lo?

PARA QUE SERVE A ESCOVA INTERDENTAL

Chamada também de interproximal, a escova interdental auxilia no momento da escovação. Segundo Andreia, a sua ação se dá na remoção dos restos de alimentos aderidos aos dentes ou ao aparelho ortodôntico. A forma é em cone, feita de cerdas montadas em um cabo (escovas unitufos) ou de pequenas escovas com as cerdas em formato cônico ou cilíndrico. “Esse formato das cerdas possibilitam uma limpeza individualizada dente a dente, especialmente das faces linguais e áreas marginais que são áreas de difícil acesso à escova e onde o fio dental tem eficiência reduzida”.

A ESCOVA INTERDENTAL SUBSTITUI O FIO DENTAL?

Pela lógica, é comum pensar que esse tipo de escova substitui o fio dental. Mas não é bem assim. “A área entre os dentes tem um espaço muito reduzido, pois os dentes se tocam pelo ponto de contato, sendo assim, nem a escova comum nem a escova interdental alcançam essa área”. Ou seja, passar o fio dental rigorosamente todos os dias continua sendo recomendado.

O MELHOR JEITO DE USAR A ESCOVA INTERDENTAL

“A limpeza se dá por meio de movimentos de vai e vem”. Usar uma escova interdental vai te possibilitar fazer uma higiene individualizada dente a dente, especialmente das faces linguais e áreas secundárias. Já a escova interdental em formato cônico ou cilíndrico,  é particularmente adequada para a limpeza de superfícies largas, irregulares ou côncavas, espaços entre os dentes mais largos, assim como para limpar os espaços dos aparelhos ortodônticos fixos.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

imagem

A Frutose provoca Cáries? quais os cuidados que devemos ter?

Você já deve saber que o açúcar é um grande causador de doenças bucais, começando pela cárie. Mas existem diferentes tipos desse carboidrato que aparece de forma bem sutil no seu dia a dia e acaba fazendo uma festa de bactérias no seu sorriso, um deles é a frutose. Apesar desse nutriente ser uma fonte de energia para o organismo, é importante prestar atenção na quantidade a ser ingerida.

A FRUTOSE PODE PROVOCAR CÁRIE?

“Embora algumas pessoas desconheçam, a frutose, o açúcar das frutas, também provoca cárie”. Apesar desse risco para o seu sorriso, quando um alimento que possui frutose é mastigado, ele acaba se tornando menos agressivo no ambiente bucal. “As bactérias da placa bacteriana produzem três vezes menos ácidos que a sacarose, alterando menos o pH da boca e causando uma desmineralização menor do esmalte do dente”.

AÇÚCAR QUE VAI ALÉM DAS FRUTAS

A frutose, muito vista nas tabelas nutricionais, também ganha forma em outros alimentos que vão além das frutas. “Hoje, não encontramos frutose apenas nas frutas, mas sim em muitos alimentos processados e industrializados como doces, refrigerantes, sucos de ‘caixinha’, frutas industrializadas (frutas secas e geleias), entre outros”. Por isso, o ideal mesmo é ficar de olho no que come e não se render aos exageros.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

imagem

A Importância do Fio Dental no Kit de Higiene Bucal da Criança

Para dar continuidade ao hábito ensinado em casa, a criança deve ter consigo um kit de higiene bucal para fazer a limpeza fora de casa. Durante o horário da escola, ela vai entender que precisa tirar um momento para ir banheiro cuidar da higiene bucal. Porém, muitos desses conjuntos infantis possuem apenas a escova e creme dental. “O fio dental deveria ser obrigatório nos kits de higiene bucal, pois somente ele é capaz de limpar 35% das faces dos dentes”. Ou seja, as cerdas da escova de dentes não alcançam determinados lugares, sendo somente o fio dental capaz de retirar a sujeirinha entre os dentes.

AS CONSEQUÊNCIAS DA FALTA DO FIO DENTAL NA SAÚDE BUCAL INFANTIL

A ausência do fio dental implica na permanência de restos de alimentos entre os dentes, o que pode resultar em um quadro de cárie. “E se essa cárie não for diagnosticada com antecedência, poderá avançar causando dor ao paciente”. É importante ressaltar sobre as cáries interdentais, que são mais difíceis de diagnosticar com antecedência, precisam muitas vezes de exames radiográficos de rotina para descobri-las precocemente. “Por ser de difícil diagnóstico, muitas vezes o paciente demora a procurar ajuda, e às vezes a cárie já está em um estágio avançado causando dor ou até mesmo fratura da estrutura dentária”. Além desses casos, a falta do uso de fio dental também pode causar mau hálito e gengivite nos pequenos.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

 

Fonte: sorrisologia

imagem

A Partir de Qual Idade a Criança Deve Fazer a Escovação Sozinha?

Ao chegar em uma certa idade, a criança já deseja começar a fazer suas tarefas sozinhas, sem que o pai ou a mãe estejam por perto orientando. Para os pequenos, poder realizar um simples hábito como escovar os dentes sem ninguém ao lado é um grande passo. “Oriento aos pais que até os 8 anos de idade a criança ainda deve receber ajuda na hora da escovação”. Isso porque, até essa época, as habilidades motoras dela não estão suficientemente desenvolvidas para exercer a ação de maneira eficaz. Dessa maneira, após essa idade, o pequeno pode escovar sozinho.

ESCOVAR OS DENTES PODE SER ENCARADO COMO UMA DIVERSÃO PARA OS PEQUENOS

Vale ressaltar a importância da orientação dos pais, pois são eles os -responsáveis por estimular a criança desde cedo a fazer a higiene bucal. O momento pode até mesmo ser levado como lazer, para que a criança veja como algo divertido e não uma obrigação chata. “Conforme a criança for crescendo e criando essa independência, os pais podem permitir que a criança escove seus dentes”. No entanto, após a escovação deve ser feita uma checagem da limpeza da cavidade bucal e reforçar como o hábito é essencial.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

imagem

Acúmulo de Placa Bacteriana em Pacientes com Aparelho Fixo.

O sucesso do tratamento ortodôntico não depende apenas do aparelho que você coloca nos dentes, o paciente também possui um papel fundamental com esses cuidados, garantindo a eficiência do acessório. Por conta de vários elementos, como os bráquetes e fios, o acúmulo da placa bacteriana acaba sendo maior que o normal nesses pacientes, aumentando os riscos de doenças, como a cárie e a periodontite.

CONSULTAS PREVENTIVAS COM O ORTODÔNTISTA

As consultas preventivas podem salvar a saúde dos dentes, ainda mais para o paciente ortodôntico que está mais propensos a problemas bucais. “A escolha de um programa preventivo deve estar fundamentada pelo nível de risco à cárie e doenças periodontais que o paciente está exposto, se baixo, médio ou alto”.

ESCOVAÇÃO + FIO DENTAL = FIM DO ACÚMULO DA PLACA

A placa bacteriana é o início de muitas doenças bucais. Mas o curioso é que para ficar livre dela os cuidados são bem simples e que podem ser aplicados na sua rotina diária. A técnica mais eficiente para o controle da placa se resume no uso da escova e do fio dental pelo próprio paciente.”Este método mecânico de higiene bucal, utilizado domesticamente, representa o grande alicerce da profilaxia (limpeza) periodontal, sendo o de maior importância nos cuidados cotidianos”.

HIGIENE EM APARELHOS FIXOS DURA 10 MINUTOS

“Em pacientes com aparelhos fixos, uma limpeza perfeita dos dentes requer tempo (em média dez minutos) e dedicação, exigindo dos mesmos muito cuidado e disciplina”.

Existem escovas especiais, como a ortodôntica e a interdental. O creme dental para manter as gengivas fortes também é um aliado e, claro, fio dental para facilitar esse momento e acabar com a placa entre os dentes. Finalize com enxaguante bucal para deixar a boca com aquele sabor refrescante. Todo esse cuidado não é só estética, mas bem-estar e saúde também. Por um sorriso lindo, qualquer esforço é válido.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

imagem

Aftas podem Surgir na Gengiva?

O aparecimento de aftas é mais comum nas gengivas do que parece. A ocorrência dessas lesões está relacionada a pequenos traumas que ocorrem durante a escovação. “Tudo acontece porque muitas vezes o paciente, durante a escovação, faz movimentos bruscos com a escova, tem uma alimentação baseada em alimentos muito ácidos ou acaba se machucando durante a mastigação com alimentos mais duros e mais difíceis de morder”.

O QUE PODE CONTRIBUIR PARA O APARECIMENTO DE AFTAS?

Geralmente, a aparição desses traumas está diretamente associada à baixa imunidade, estresse e alimentos com Ph ácido.“Além disso, a aparição das aftas também pode está relacionado ao uso de medicamentos mais fortes ou com alguns tipos de doenças que são autoimunes como Lúpus, Vitiligo e Esclerose Múltipla”. O tratamento para aftas mais indicado pelos profissionais é focado no controle da dor. O uso de medicamentos locais que anestesiam os sintomas do problema são os mais utilizados e geralmente são prescritos pelo próprio dentista.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

 

imagem

Aparelho móvel é mais fácil de se usar? Em que Situações é indicado?

Muitas são as dúvidas acerca desse tratamento ortodôntico. Por ser removível, esse aparelho é mais fácil de limpar? Quando é a melhor época para usá-lo? O procedimento demora mais ou menos que o aparelho fixo? São tantas perguntas que é comum confundir, porém isso pode acabar atrapalhando o seu dia a dia.

MOTIVOS PARA USAR

O aparelho móvel pode ser utilizado em diversas situações. O procedimento é muito eficiente quando usado no período de crescimento. “Quando possui um desenvolvimento errado das bases ósseas, esse aparelho vai diminuir ou até evitar extrações, cirurgias e talvez o uso de aparelho fixo por muito tempo na vida adulta”. Além disso, pode ser usado como mantenedor de espaço, como contenções e como expansor de maxila em respiradores bucais.

TIPOS DE APARELHO MÓVEL

Não existe apenas um modelo de aparelho móvel. Alguns tipos são expansores, usados na maxila e precisa ser ativado mensalmente ou semanalmente no seu torno expansor com ajuda de um pino. Há também os aparelhos extrabucais que são utilizados com faixa atrás do pescoço e os aparelhos encaixados dentro da boca. “Estes são forçados para trás com a ajuda de um elástico para limitar o crescimento ântero-posterior da maxila”. E tem também o mais conhecido de todos: a contenção, geralmente usada após o término de um tratamento ortodôntico fixo para os dentes não voltarem para a posição errada.

A HIGIENE É MAIS FÁCIL?

Esse talvez seja um dos maiores mitos sobre os aparelhos móveis. “Na verdade tanto o fixo quanto o móvel precisam da cooperação do paciente para a sua manutenção”. Ou seja, mesmo sendo móvel, se você não tiver cuidado, seu aparelho não vai fazer o efeito desejado. Da mesma forma que não higienizar corretamente o aparelho fixo pode acarretar problemas periodontais, atrasando o tratamento ortodôntico.

QUANDO USAR

A melhor fase para usar o aparelho móvel é durante a infância. “Nesta idade podemos ir modificando aos poucos as discrepâncias e guiar o crescimento de maneira correta, já que na fase adulta uma vez estabelecido algum problema não é possível modificar”. Olha só a importância de levar os pequenos ao dentista regurlamente, dessa forma, você pode evitar maiores complicações no futuro para o saúde bucal do seu filho.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

 

imagem

Aparelho Móvel: Por Quanto Tempo ele Deve ser Usado Após a Retirada do Aparelho Fixo?

APARELHO MÓVEL GARANTE SUCESSO DO TRATAMENTO ORTODÔNTICO

Também conhecido como contenção ortodôntica móvel ou aparelho móvel de contenção, esse item é muito indicado após a finalização e remoção do aparelho fixo. Tanto no uso do aparelho fixo estético, quanto no autoligado ou metálico convencional. “Qualquer terapia de tratamento com aparelhos fixos será complementada com aparelhos de contenção, com o intuito de manter os resultados atingidos pós tratamento”.

ELE DEVE SER USADO QUANTO TEMPO APÓS A RETIRADA DO APARELHO FIXO?

Cada caso tem uma indicação específica de tempo de uso, que deverá ser indicado pelo ortodontista. Normalmente, os profissionais pedem para os pacientes utilizarem a contenção inicialmente durante 24 horas por dia. Após observarem estabilidade no tratamento, eles diminuem o uso para apenas noturno, até que finalmente poderão solicitar a finalização do uso do aparelho móvel. “O uso constante de 24 horas é mantido normalmente por 6 meses e o uso noturno por mais 6 meses. Portanto, 1 ano seria um período comum e favorável para o uso da contenção”.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br