Menu
X

Tags Archives: Dentes

imagem

Sorriso Gengival Pode Trazer Problemas Para a Saúde Bucal?

O problema de desarmonia estética é bastante óbvio, e normalmente é o que mais aflige o paciente, mas não é a única consequência que o sorriso gengival pode causar. Alguns problemas de saúde podem ser agravados por esse quadro, já que o ressecamento da gengiva torna o local mais propenso a outras desordens, como a inflamação da gengiva, conhecida como gengivite. Com a formação da gengivite, é preciso estar muito atento a doença e tomando todos os cuidados para que ela não evolua para uma periodontite.

TRATAMENTO PODE SER CIRÚRGICO OU NÃO

São diversas as formas de tratamento para corrigir esse problema, desde procedimentos simples e menos invasivos até cirurgias que demandam maiores cuidados no pós-operatório.
• Toxina Botulínica (Botox): diminui a atividade do músculo e reposiciona o lábio. O tratamento não é definitivo e o paciente deve reaplicar a toxina periodicamente com um especialista
• Gengivoplastia: corrige apenas questões estéticas, como o contorno e o tamanho dos dentes, removendo uma faixa de gengiva. Casos como ERA são indicados para este tratamento.
• Gengivectomia: indicada para casos de hipertrofia gengival e pode envolver a remoção de uma faixa de gengiva ou ser associada a remoção óssea também
• Cirurgia ortognática: visa reposicionar os maxilares em relação a base do crânio, visando proporcionar uma estética do sorriso melhor e um correto encaixe da mordida
• Cirurgia de reposicionamento labial: remove uma faixa de mucosa acima da gengiva, encurtando o revestimento interno dos lábios. Dessa forma, o lábio se aproxima da gengiva e dos dentes.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

imagem

Quem tem Periodontite Pode Fazer Clareamento Denta?

Boa notícia para quem pensa em fazer o procedimento, mas sofre com a periodontite: segundo o profissional, é plenamente possível realizar o clareamento dental desde que a doença esteja controlada e o paciente esteja fazendo acompanhamento regular com o periodontista. “Durante o procedimento, o dentista deverá ter o máximo de cuidado e preservar o máximo da gengiva, e entre os maiores cuidados que o paciente deve ter após o tratamento, a prioridade está nas medidas básicas de higiene bucal”.

Não esqueça de praticar uma boa escovação diariamente após as principais refeições, usar o fio dental e utilizar enxaguante bucal em hipótese nenhuma. Para que o procedimento estético alcance o resultado esperado, é preciso cuidar muito bem da saúda da sua boca e, nesse caso, principalmente da gengiva também.

TRATAMENTOS E CONTRAINDICAÇÕES

tratamento para a periodontite pode incluir diversas técnicas como a raspagem e alisamento articular ou a antibioticoterapia. Além disso, instruções de higiene oral feitas por um profissional e visitas periódicas ao cirurgião-dentista são atitudes necessárias para obtenção do melhor resultado. Já quanto a execução de outros procedimentos estéticos. “Pacientes com quadro de periodontite ativa devem evitar qualquer procedimento de ordem estética até que o quadro agudo da doença esteja dissolvido e o paciente esteja controlado”.

 

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

imagem

Não Tenho o Hábito de Passar o Fio Dental, Como Isso Pode Afetar Minha Saúde Bucal?

Para quem acha que o fio dental não tem muita utilidade, agora é hora de mudar de ideia. Além de auxiliar na limpeza da cavidade oral, o fio dental é fundamental para evitar pelo menos quatro tipos de problemas bucais: a formação de placa bacteriana, cáries e a gengivite, que posteriormente pode ocasionar a doença periodontal. Quando esta última acontece, os tecidos que suportam os dentes inflamam, podendo levar a perda do elemento dental.

COMO ALGUÉM QUE NÃO POSSUI O HÁBITO DE PASSAR O FIO DENTAL PODE MUDAR ISSO?

A melhor forma de lembrar de passar o fio dental é mudando a rotina de higiene bucal e acrescentando a utilização do item sempre após as principais refeições. Colar um post-it no espelho do banheiro com o aviso de não esquecer o fio dental, ou até mesmo colocar um alarme no celular próximo ao horário do almoço podem ser boas táticas para começar a adotar esse novo hábito. “Após a instrução da correta higiene bucal e conscientização da importância do fio, sugiro a necessidade de criar uma rotina, desta forma o paciente notará que esses novos hábitos trarão uma diferença positiva nos seus dentes e em toda mucosa oral.”

COMO UTILIZAR O FIO DENTAL CORRETAMENTE?

Muitas pessoas têm essa dificuldade quando se trata de fazer o uso adequado do fio dental, por isso a especialista Ana Carolina Teixeira conta como realizar a técnica em 7 passos. Confira:

1. Puxe 18 a 24 cm de fio dental da caixa de fio dental.
2. Amarre as extremidades do fio dental em seus dedos indicadores de cada mão.
3. Segure o fio dental de forma apertada em volta de cada dente em forma de C suavemente;
4. mova o fio dental de volta e para frente em um movimento de empurrar e puxar, para cima e para baixo contra o lado de cada dente.
5. Terminando de passar em um dente enrole a parte suja no dedo indicador direto e solte a parte limpa do dedo esquerdo.
6. Repita esse movimento em todos os dentes.
7. Se o fio acabar corte outro pedaço e repita todas as instruções citadas acima.

 

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

imagem

Perdi meu Dente Permanente: O que Fazer?

Ninguém gostaria de passar por uma situação como essa, mas às vezes acidentes acontecem e é bom saber o que fazer nessas horas. “Pode-se coletar o elemento dentário, guardá-lo em um pouco de saliva ou leite, e imediatamente procurar um cirurgião dentista de emergência para que seja verificada a possibilidade de reimplante dentário. Caso isso não seja possível, deve-se analisar o planejamento mais adequado.”

QUAIS SÃO AS POSSÍVEIS CAUSAS PARA QUE UM DENTE PERMANENTE CAIA? COMO ISSO PODE AFETAR A SAÚDE BUCAL?

Mesmo sendo o país com o maior número de cirurgiões dentistas no mundo, o Brasil ainda possui um grande número de pessoas que não possuem dentes. Uma das principais causas para o problema é a falta de cuidado com a própria saúde bucal. “Os casos mais frequentes de perda de dentes estão relacionados à falta de higiene adequada, o que pode provocar cáries e outras lesões, chamadas periodontais, que ocorrem na região de suporte do dente”.

No entanto, é preciso ficar atento como essa perda pode influenciar em toda a estrutura da arcada dentária do indivíduo, já que o novo espaço aberto pode afetar o posicionamento dos outros dentes. “Os dentes adjacentes e do arco oposto tendem a se mover, podendo iniciar um processo fisiológico que altera a estrutura óssea que suporta o dente. Por isso, assim que possível, deve-se planejar uma reabilitação.”

 

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

imagem

10 Coisas que Fazem Mal Para os Dentes

1. BEBER REFRIGERANTE EM EXCESSO

Rico em açúcares, beber refrigerante com frequência pode se tornar um prato cheio para as cáries – especialmente se a higiene bucal é negligenciada. Além disso, a bebida também podem corroer o esmalte dental, deixando as estruturas mais frágeis. Isso acontece porque as bactérias da boca reagem com os açúcares, gerando subprodutos ácidos.

2. MORDER BALAS E DOCES MUITO DUROS

Rapadura, pé-de-moleque, balinhas caramelizadas… Quem nunca apostou em um docinho de textura mais dura para adoçar o dia? Entretanto, é preciso ficar de olho nesses alimentos, viu? Por ser necessário chupá-los, o açúcar presente nas balas fica em contato com nossos dentes durante muito mais tempo, o que aumenta o risco de cáries. Além disso, não é recomendado mordê-los, já que esse ato pode quebrar os dentes.

3. CONSUMIR TOMATE E FRUTAS ÁCIDAS EM EXCESSO

Tomate e frutas como limão, laranja e abacaxi também podem prejudicar os dentes. Os cítricos são conhecidos por seu potencial ácido, que danifica a estrutura dentária e a deixa mais fragilizada. O tomate traz ainda outra questão, principalmente se for transformado em molho: além da acidez, o tom vermelho pode penetrar e pigmentar os dentes, deixando-o com um aspecto escurecido e amarelado.

4. BEBER CAFÉ COM AÇÚCAR DIARIAMENTE

Quem faz clareamento já sabe que é importante deixar o cafezinho de lado durante o tratamento: como é escuro, ele pode deixar os dentes manchados, especialmente se consumido com frequência. Esse hábito é ainda mais prejudicial para o seu sorriso quando a bebida é adoçada. Por isso, o ideal é diminuir o consumo de café ao longo do dia e tomá-lo sempre puro ou com um pouquinho de leite.

5. ESCOVAR OS DENTES RAPIDAMENTE E COM FORÇA

Você já sabe que a escovação diária é essencial para um sorriso bonito e saudável, mas isso também está relacionada à forma como você escova os dentes. Nada de fazê-lo rapidamente e, muito menos, aplicando força demais. Além de não promover uma limpeza profunda, deixando restinhos escondidos entre os espacinhos da boca, você corre o risco de machucar as gengivas.

6. NÃO USAR O FIO DENTAL DURANTE A ROTINA DE CUIDADOS COM OS DENTES

Ok, você até pode estar escovando os dentes da forma correta, mas tem usado o fio dental? Acredite: ele fará toda a diferença na sua rotina – e além disso, o dentista pode perceber que você tem pulado essa etapa durante sua próxima consulta. Não usar o acessório contribui para o acúmulo de bactérias nos dentes e até mesmo para a inflamação das gengivas.

7. MORDER PONTAS DE LÁPIS E TAMPAS DE CANETA

Muita gente tem o hábito de morder pontas de lápis e tampas de caneta durante momentos de estresse e ansiedade. A maioria não se dá conta dessa pequena mania, mas é melhor ficar alerta! Mesmo que morder o objeto alivie um pouco das sensações ruins, há riscos de fraturas e trincos na estrutura dos dentes, já que isso força os ossos e as gengivas.

8. ABRIR LATINHAS E EMBALAGENS COM OS DENTES

Quem nunca contou com uma ajudinha dos dentes para abrir uma latinha de refrigerante ou um sachê de ketchup? É hora de aposentar esse hábito! Assim como nos casos de lápis e canetas que comentamos acima, isso pode levar à fraturas, trincos e outros danos na estrutura óssea dental. Melhor evitar, certo?

9. FUMAR

Você provavelmente já ouviu falar que o cigarro amarela os dentes, certo? Pois bem, é verdade: a nicotina acaba se acumulando na superfície dos dentes, criando o aspecto manchado. Além disso, fumar traz uma série de outros riscos para sua saúde, incluindo o câncer bucal.

10. BEBER VINHO EM EXCESSO

O vinho faz sucesso durante os meses mais frios do ano e, embora uma tacinha da bebida possa trazer muitos benefícios para saúde, consumí-lo em excesso pode prejudicar seu sorriso. Por conta da coloração escura, ele pode deixar os dentes com um aspecto escurecido e amarelado. Além disso, o caráter ácido da bebida contribui para a erosão e a desmineralização dentária.

 

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

imagem
50 anos ago dicas

Quais as Principais Causas do Sorriso Gengival?

As principais causas do sorriso gengival são genéticas. “Podem estar relacionados a fatores musculares como a hiperatividade do músculo levantador do lábio superior e depressor do lábio inferior, fatores esqueléticos e gengivais como crescimento dos ossos maxilares e erupção passiva alterada (ERA)”. Além disso, processos inflamatórios, ao uso de medicamentos antiepiléticos, imunossupressores e bloqueadores de canais de cálcio.

Para quem está fazendo algum tratamento ortodôntico, atenção: casos de hipertrofia gengival – isto é, aumento de volume das gengivas – associados ao uso do aparelho podem, em alguns casos, estar relacionado ao sorriso gengival.

O SORRISO GENGIVAL PODE TRAZER PROBLEMAS PARA A SAÚDE BUCAL?
O incômodo com o sorriso gengival é, muitas vezes, uma questão estética. Isso não significa, no entanto, que não haja problemas de saúde bucal relacionados a ele. “O ressecamento da gengiva, por exemplo, pode se agravar, deixando-as mais propensas a outras desordens como a gengivite”.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

imagem

Qual é o Especialista em Extração de Dente?

O paciente deverá procurar um cirurgião-dentista para realizar o correto diagnóstico do caso, e assim, determinar se o quadro é de leve, média ou alta complexibilidade. “Para alguns casos moderados e outros de leve dificuldade, o clínico geral poderá realizar o tratamento. No entanto, quadros com maior complexibilidade, faz-se necessário a atuação de um especialista em cirurgia bucomaxilofacial”.

COMO É FEITA A EXTRAÇÃO DE DENTE?

A extração dentária é realizada em várias etapas. “A primeira etapa consiste na parte diagnóstica e de planejamento, para determinar se o elemento tem indicação de extração e como ela ocorrerá”. “Essa fase é realizada com o auxílio de exames clínicos e complementares, como radiográficos/tomográficos, hemograma, entre outros, dependendo da condição sistêmica do paciente”. A segunda etapa, é a parte cirúrgica: “Esta, consiste nas etapas de protocolo anestésico e da cirurgia propriamente dita, onde se realiza a extração do elemento e a parte de sutura”. “A terceira fase, é a fase dos cuidados pós operatórios”.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

imagem

Próteses mal Ajustadas podem Provocar Aftas?

Uma prótese mal adaptada ou ajustada pode causar vários incômodos. “Esses incômodos são variados e podem ir desde a falta de segurança para se alimentar e falar, até lesões bucais, como sangramentos e até mesmo proliferação de bactérias, por exemplo, já que essa má adaptação da prótese favorece o acúmulo de alimentos durante a mastigação”.

AS PRÓTESES PODEM CAUSAR AFTAS. SAIBA COMO!

O surgimento das aftas acontecerá por conta do trauma local que essa prótese está causando. “O paciente deve sempre relatar ao profissional se a prótese estiver muito justa e/ou causando dor durante a mastigação. Assim, através dessas informações, o profissional fará pequenos desgastes na resina acrílica (material utilizado para confeccionar a prótese dentária)”.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

imagem

Quanto Tempo é Necessário de Repouso após o Tratamento de Canal?

“O paciente pode exercer as atividades normais do seu dia a dia, exceto com relação à mastigação de alimentos duros, por exemplo”. “O consumo de alimentos duros e consistentes é evitado após o tratamento de canal pois, enquanto o dente não estiver devidamente reabilitado com material restaurador definitivo, ele ficará mais fragilizado”. Além disso, “Dentre os alimentos que se deve evitar encontram-se a pipoca, o amendoim, torresmo, as carnes mal passadas, balas e chicletes”.

CONFIRA ALGUMAS DICAS PARA MELHORAR O PROCESSO DE RECUPERAÇÃO

O tratamento de canal é um procedimento tranquilo que, hoje em dia, é realizado com mais rapidez e eficiência. E, embora muitas dúvidas possam surgir quanto a este tratamento, a endodontista explica que os cuidados são básicos. “Após o procedimento, os cuidados são muito simples de seguir e não exigem muito esforço do paciente. Além disso, é importante ressaltar que esses cuidados são temporários, pois o paciente deve estar ciente que deverá reabilitar o dente com materiais resistentes (resinas ou coroas) para substituir o curativo que é posto após o canal finalizado”.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

imagem

Clareamento Dental com Carvão Ativado Funciona?

esse tipo de tratamento não tem comprovação quanto à eficácia. “O procedimento do clareamento dental com carvão ativado não tem nenhum teste feito pelos conselhos regionais, federais e nem científicos aprovando sua eficácia”. A situação é bem contrária à essa: “O próprio carvão é um produto abrasivo, que desgasta o esmalte do dente e o resultado é irreversível. A abrasão ainda pode sensibilizar o dente, causar úlceras e trazer outras possíveis consequências ainda sem comprovação”.

CLAREAMENTO CASEIRO VS CLAREAMENTO DE CONSULTÓRIO: DENTES BRANCOS E COM SEGURANÇA

Ainda existem outros tratamentos para clareamento dental alternativos em ascensão, como o bicarbonato de sódio, laranja, açafrão e, até mesmo, a casca de banana. Embora pareçam soluções naturais, essas receitinhas caseiras não devem ser seguidas. “Existem duas maneiras de clarear os dentes que mostram um resultado eficaz e que são aprovados pelo Conselho Regional de Odontologia e Associação Brasileira de Odontologia, o clareamento caseiro e o de consultório”.

“Ambos, tanto o tratamento caseiro quanto o de consultório, devem ter o auxílio do dentista. No entanto, o procedimento feito no consultório tem poder 3x maior do que o caseiro”. Mesmo assim, antes de realizar qualquer procedimento sem um fim conclusivo, o profissional dentista recomendará sempre a ida ao consultório para uma análise de um odontólogo.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

imagem

O que pode Impossibilitar a Instalação de Implantes Dentários?

“Para que se tenha sucesso na cirurgia de implante, e o mesmo tenha uma osseointegração (é a união estável e funcional entre o osso e uma superfície de titânio), é importante planejar cuidadosamente e estudar o paciente que deseja ser submetido a este procedimento”. “Assim, não oferecerá nenhum risco a este paciente e também não irá frustrá-lo”.

PODE SER QUE O PACIENTE PRECISE OPTAR POR OUTROS TIPOS DE PRÓTESES

Quando o paciente não tiver indicação de instalação de implante, seja por impossibilidade óssea, doença sistêmica ou algum outro fator, o ideal é planejar algo protético, para restabelecer a oclusão do mesmo. “ Existem alguns caminhos para isso, porém cada caso é uma caso e precisa ser avaliado isoladamente”.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

Fonte: sorrisologia

imagem

Dor de Dente: Quais os Riscos de se Automedicar?

Medicações analgésicas, que combatem a dor, são fáceis de encontrar e normalmente temos em casa. No entanto: “Se no caso da dor de dente, a ida ao dentista não for possível, a utilização desses medicamentos podem ajudar em um primeiro momento”. Porém: “Atente-se para a dor. Porque mesmo ela cessando, é necessária a busca por um atendimento profissional para avaliar muito bem a causa por trás desse quadro”.

O QUE ACONTECE SE O PACIENTE TOMAR UMA MEDICAÇÃO PARA O QUADRO DIFERENTE DO DELE?

Automedicar-se traz o risco de não utilizar a medicação correta, e isso além de não curar o problema poderá agravá-lo. “Um quadro de infecção que o paciente tome apenas remédio pra dor, poderá mascarar a gravidade do problema e apenas piorá-lo. Isso se torna grave quando nos referimos a pacientes com doenças cardíacas, diabetes ou auto imunes”. Portanto, é importante que se tenha a consciência de que toda dor de dente deve ser avaliada por um dentista, pois somente ele saberá qual medicamento será mais apropriado e seguro para o caso.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

Fonte: sorrisologia

imagem

Mandíbula Deslocada pode Prejudicar a Posição dos Dentes?

Quando falamos de problemas na mandíbula ou até mesmo no maxilar, o maior risco dentário é o de má-oclusão, ou seja, quando a mordida do paciente é inadequada. Mas quando a mandíbula é deslocada, esse quadro está presente, mas não como risco e sim como causa. “A má oclusão pode ser um dos fatores da disfunção, que por sua vez pode ser um dos fatores de deslocamento de mandíbula”.  Por isso que o quadro não representa nenhum risco aos dentes, em um curto prazo.

Já a longo prazo, um risco é sim a posição dentária, quadro caracterizado por dentes tortos e pelo apinhamento. Pacientes que têm um deslocamento da mandíbula regular ou que demoram para procurar ajuda profissional podem desenvolver o quadro. “Às vezes a mandíbula não fica bem posicionado na articulação, prejudicando a mordida do paciente e impulsionando a migração dos dentes a longo prazo”.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

Fonte: sorrisologia

imagem

Por que devo Fazer o Autoexame Bucal Regularmente?

“A realização desse autoexame é simples e consiste numa inspeção visual em frente ao espelho, identificando alterações clínicas nos tecidos moles, como bochecha, língua, gengiva, lábios, assoalho bucal (embaixo da língua) e céu da boca e também nos dentes”.

Se você ainda não tem o hábito, procure inserir esse pequeno costume no seu dia a dia. Já que o autoexame deve ser feito uma vez por mês, temos duas dicas para você: marque na sua agenda um dia específico para fazer isso e lembre-se da sigla BLLAP (bochecha, lábio, língua, assoalho e palato), essas letrinhas vão te lembrar todas as estruturas orais que você deve analisar e observar com calma.

QUAIS PACIENTES PRECISAM FAZER O AUTOEXAME BUCAL?

Todos! Até mesmo aquele que segue todas as recomendações de higiene bucal dadas pelo profissional. Mas alguns pacientes devem realizar um autoexame bucal ainda mais crítico do que o comum. “Deve-se ter mais atenção o grupo com mais de 40 anos, especialmente os fumantes, os que consomem bebida alcoólica com frequência e os que trabalham expostos ao sol”. Especificamente, pacientes que fumam devem ter esse cuidado regular por conta do câncer de boca. “O cigarro tem uma série de substâncias tóxicas que favorecem o surgimento de câncer, portanto, fumantes de longa data devem ter atenção mais que redobrada”.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

Fonte: sorrisologia

imagem

É Possível Fazer Gengivoplastia Durante o Tratamento Ortodôntico?

Antes de determinar isso, é preciso entender o porquê da necessidade dessa cirurgia. Muitas vezes os pacientes em tratamento ortodônticos deixam os cuidados higiênicos de lado, deixando que aconteça um crescimento gengival. Se esse for o caso, a cirurgia pode sim ser feita. “A indicação é feita apenas se o crescimento gengival estiver atrapalhando a higiene bucal e ainda existir um tempo longo desse tratamento ortodôntico”. Mas, depois de realizar a gengivoplastia, é importante que o paciente entenda todos os cuidados bucais e crie uma rotina de limpeza. Caso contrário, as gengivas podem voltar a crescer.

Se o paciente estiver interessado no procedimento por motivos estéticos, o mais indicado é esperar o fim do tratamento ortodôntico. “A indicação ideal para a gengivoplastia seria após a remoção do aparelho, pois só assim o especialista conseguirá visualizar o formato do sorriso e planejar o contorno mais estético para dar a gengiva”. Se esse é seu caso, esperar vai ser a melhor opção! Assim que você tirar o aparelho, vai poder passar por esse processo sem nenhum problema.

PACIENTES QUE USAM APARELHO FIXO PODE TER ALGUMAS LIMITAÇÕES

Não é a primeira vez que pacientes com aparelhos ortodônticos ficam de fora em algum procedimento, certo? Acontece que, durante o tratamento, todo o cuidado é pouco! Esses pacientes devem ficar bem atentos até mesmo com o que estão comendo. Alguns alimentos duros e crocantes podem quebrar o acessório e danificar a mucosa da boca. O clareamento dental, por exemplo, é outra limitação de quem se encontra nessa situação. “Para esse tipo de tratamento, o ideal é que o paciente esteja sem o aparelho ortodôntico pois é necessário que toda área dentária esteja livre”.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

Fonte: sorrisologia

imagem

Tratamento de Canal Dói?

É importante frisar que, em geral, o tratamento de canal não dói – principalmente após os avanços da ‘tecnologia’ na Odontologia. “O procedimento normalmente é conduzido de forma tranquila quando executado por um profissional devidamente experiente”. “Uma série de materiais são utilizados para prevenir acidentes de trabalho, a começar pelo Isolamento absoluto, uma proteção que previne a ingestão acidental de algum instrumento e a possível contaminação por saliva durante o preparo”.

COMO SE PREPARAR PARA O TRATAMENTO DE CANAL E QUANTO TEMPO LEVA?

O procedimento pode ser feito em sessão única ou múltiplas sessões, dependendo da habilidade e experiência do profissional e da gravidade do problema. Os pacientes com condições muito específicas, como com necessidades especiais, dentes com grandes destruições ou com relatos de dor extrema precisam de algum tipo de preparo anterior ao tratamento”, na grande maioria dos casos, após a devida avaliação e planejamento, os casos podem ser conduzidos com maior tranquilidade.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

Fonte: sorrisologia

imagem

Como Clarear os Dentes de Forma Segura e sem Prejuízos á Saúde Bucal?

Se você está atrás de um sorriso ainda mais bonito e branco, sempre recorra aos métodos recomendados pelos profissionais. Os especialistas sempre terão a preocupação de realizar o clareamento sem danificar a sua estrutura dental. Pensando nisso, pedimos à dentista para citar os principais métodos seguros de clarear os dentes. Veja a seguir:

Clareamento a laser: provavelmente o mais conhecido, é realizado pelo dentista no consultório odontológico. Nesse método, o profissional usa um produto clareador de alta concentração ativado com a luz do laser. “Os resultados são instantâneos, pois os dentes ficam claros na primeira sessão, mas podem ser necessárias de 1 a 3 sessões para chegar ao resultado desejado”.

Clareamento caseiro: para realizar esse método, o paciente deve antes receber as orientações de um dentista. Ele pode ser feito com fitas de clareamento, que tem uma baixa eficácia, ou com o gel clareador. “Nesse caso, é acompanhado com moldeiras de silicone confeccionadas pelo dentista para usar algumas horas de dia ou à noite, por 2 semanas”.

Clareamentos naturais com creme: segundo a profissional de dentística, a única forma de clarear os dentes naturalmente é por meio de cremes dentais com substâncias específicas para isso. Vale consultar um profissional para saber as diferentes opções de pastas.

Aplicação de facetas de porcelana ou resina: as facetas são finas camadas que revestem o dente. Elas são indicadas quando não se obtém a coloração desejada, usando os outros métodos. “Além de melhorar a cor, melhora a aparência do dente e encobre as imperfeições, conferindo ótimos resultados e de forma precisa”.

A MELHOR FORMA DE CLAREAR OS DENTES É NO CONSULTÓRIO!

Independente do método escolhido, a melhor forma de realizar o clareamento dental é sempre aquele feito sob a orientação de um profissional da área. Consultá-lo é importante porque ele vai poder analisar sua saúde bucal e qual tratamento melhor se encaixa, sem causar qualquer dano. Além disso, depois do clareamento, o paciente deve ter alguns cuidados a mais, seguindo as orientações desse mesmo profissional. “O paciente deve evitar certos alimentos pigmentados, como café, vinho, chá e chocolate, evitar o cigarro e medicamentos na suplementação do flúor por causarem manchas brancas”.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

Fonte: sorrisologia

imagem

Escovar os Dentes ao Acordar é Realmente Necessário?

A escovação dentária após acordar é extremamente necessária, a fim de que seja removido o maior número de placa bacteriana possível. Ao acordarmos, temos em nossa boca bactérias que passaram a noite em proliferação, e que de certa forma, elas se aproveitam do nosso sono para tornar mais dinâmica a organização das colônias de bactérias, já que não conseguimos removê-las das superfícies dentais com a língua ou com o pouco fluxo de saliva enquanto dormimos. Outros cuidados para se ter com a saúde bucal ao acordar é: “Após o café da manhã, escove os dentes e faça uso do fio dental, para eliminar restos alimentares que ali se encontram”.

HIGIENE BUCAL: COMO REALIZÁ-LA CORRETAMENTE E QUANTAS VEZES AO DIA É NECESSÁRIA?

Nunca é demais ter uma correta higiene oral. Para isso, o uso do fio dental, do enxaguatório bucal e uma boa escovação é imprescindível. “Deve-se fazer uso pelo menos três vezes ao dia desses componentes. Mas para aqueles pacientes que escovam os dentes mais do que essa quantidade ao dia, ficar restrito somente a uma boa escovação é uma boa opção”. O ácido pode deixar seu esmalte dentário fraco, e escovar o dente logo após comer uma refeição bem ácida poderá danificar o dente mais ainda com o atrito mecânico da escova.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

Fonte: sorrisologia

imagem

A Cárie Dentária Atinge Somente Dentes Molares?

Não! É comum de os primeiros sinais da cárie serem indicados pelos dentes posteriores, devido ao difícil acesso a eles. “Esse caso é mais frequente devido à sua localização, que dificulta a higiene dental, e a sua anatomia que facilita o acúmulo de resíduos nos sulcos presentes na face de mastigação”.

Mas as bactérias também podem atingir qualquer um dos dentes e formar as conhecidas lesões e manchinhas marrons. Por isso que é tão importante higienizar todos os dentes. “Devemos passar fio dental antes das escovações, escovar os dentes após as refeições e complementar a higiene com enxaguantes bucais”.

CÁRIE PODE ACONTECER EM QUALQUER IDADE

A cárie já pode aparecer desde a primeira erupção dos dentes! É comum que crianças desenvolvam o quadro, por conta da falta da rotina de higienização e o consumo excessivo de açúcares. Mas o problema bucal também pode aparecer em adultos e, até mesmo, idosos. Ela é formada por bactérias naturalmente presentes na boca. Mas sempre que elas se acumulam na região e a doença se instala, provoca fortes dores ao comer e manchas marrons nos dentes. A prevenção é uma simples mudança de hábitos, melhorando a higiene oral e seguindo as indicações dos profissionais. “Devemos ter uma boa higiene oral desde o aparecimento dos primeiros dentes, ensinando para as crianças a importância da escovação e cuidados de higiene oral”.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

Fonte: sorrisologia

imagem

DTM: Em Quais Casos a Cirurgia é Necessaria?

Ao notar esses incômodos, o paciente deve correr ao dentista. Depois de fazer toccdos os exames necessários, o profissional deve analisar o que pode estar causando o problema. Assim, em seguida, ele pode direcionar os procedimentos para um tratamento específico da doença. “Os tratamentos dependem do tipo de DTM que o paciente apresenta e do diagnóstico, já que são vários os tipos. Mas, na maioria das vezes, associamos alguns tratamentos para ter um resultado positivo”.

Os tratamentos podem variar entre:

TRATAMENTOS PARA DTM

Placa oclusal estabilizadora ou reposicionadora

Viscossuplementação

Fisioterapia

Termoterapia

Agulhamento seco ou medicamentoso

Laserterapia

Artrocentese

Toxina Botulínica

Artroscopia

Artrotomia

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

Fonte: sorrisologia

imagem

Paciente com Sensibilidade Dentária pode Fazer Clareamento Dental Caseiro?

Não há problemas graves para esses casos. Apenas nas situações de hipersensibilidade aguda que o tratamento não é indicado. Mas, pacientes em quadros de sensibilidade controlada, podem sim clarear os dentes em casa. Para isso, ainda assim é muito importante o acompanhamento de um profissional. Na verdade, qualquer tipo de tratamento estético requer a presença do especialista! Por vezes, é comum desse paciente sentir dores enquanto usa a moldeira com o gel clareador.

O QUE FAZER PARA ALIVIAR A DOR DO CLAREAMENTO DENTAL?

Com todos os avanços da tecnologia, o paciente já consegue aliviar algumas dores presentes no tratamento. O especialista recomenda o uso do gel regenerador diário, que diminui e, em alguns casos, elimina o incômodo. “Tais cremes dentais possuem componentes a base de potássio que ‘cortam’ a resposta dolorosa que o cérebro envia, eliminando ou diminuindo a sensibilidade”. Seu uso deve ser diário e regular, pois deixar de usá-lo pode trazer o desconforto de volta. Uma outra dica é falar com o seu dentista sobre diminuir a concentração do gel clareador usado na moldeira. Em todos os casos, é muito importante consultar o profissional.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

Fonte: sorrisologia

imagem

Dor de Dente Após uma Restauração: O que pode Estar Acontecendo?

Sentir uma sensibilidade nos dentes após a restauração é comum, principalmente ao ter contato com doces ou variação de temperatura, o que pode causar incômodos agudos e dor passageira. “Em casos de restaurações mais profundas pode ocorrer um pouco de sensibilidade a mastigação ou ao frio somente nos primeiros dias e depois desaparecer”. O incômodo também pode ser provocado por uma restauração que está alta e precisa ser revisada pelo especialista.

Se um dente com restauração está doendo constantemente, o mais indicado é procurar seu dentista de confiança para fazer uma avaliação clínica e radiográfica para chegar a um diagnóstico. “Uma vez feito o diagnóstico, realiza-se o procedimento que pode ser a substituição da restauração antiga ou até mesmo o tratamento de canal”.

COMO ACABAR COM A DOR DE DENTE?

Antes de se automedicar, o especialista em periodontia destaca a importância de procurar um dentista para avaliar a causa da dor e indicar o tratamento adequado, podendo ser um tratamento de canal, uma substituição da restauração ou até mesmo um ajuste oclusal. Sendo assim, o dentista poderá recomendar uma medicação para aliviar a dor que está incomodando e atrapalhando as atividades do paciente. Não deixe de falar com este profissional antes de tomar qualquer medida.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

Fonte: sorrisologia

imagem
50 anos ago dicas

Limpeza Dentária Dói?

É comum sentir um certo desconforto por estar em um local em que não se está habituado. Mas para pacientes que têm uma gengiva saudável, a limpeza não provoca nenhuma dor. Para outros, apesar disso, pode-se sentir um incômodo maior. “Quando realizada em pessoas com propensão à sensibilidade dentária ou com a gengiva inflamada, pode sim causar dor”. Nesses casos, o profissional pode utilizar anestesias locais para aliviar o risco.

Na verdade, os dentistas podem ajudar muito nesse momento. “Ele pode esclarecer as dúvidas e passar segurança em relação ao procedimento. Além de combinar que, caso haja dor, o paciente sinalize para que isso seja evitado ou que se diminua a intensidade”. Por isso, não deixe de fora nada que você estiver sentindo. Confie no especialista e lembre-se que ele pode te ajudar! Além disso, deixe na sua mente que, se seus dentes e gengivas estão saudáveis, não há por que ter medo 😉

PARA QUE SERVE A LIMPEZA DENTÁRIA?

A limpeza dentária serve principalmente para evitar possíveis doenças nos dentes e nas gengivas. Ela consegue remover todos os resquícios da placa bacteriana que o paciente não consegue durante o dia a dia. “Caso essa placa não seja removida, ela se mineraliza e passa a ser um cálculo ou tártaro”. O acúmulo da placa bacteriana é a principal causa de doenças bucais, como a gengivite e a cárie. Por isso, ela deve ser feita regularmente. O mais indicado é que isso aconteça de seis em seis meses.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

Fonte: sorrisologia

imagem

Falta de Higiene Bucal Pode ser a Causa da Perda Dentária?

Uma pequena alteração na sua rotina pode fazer toda a diferença para evitar uma avulsão dentária. É importante lembrar que tanto a cárie quanto a periodontite são causadas pelo acúmulo da placa bacteriana. Uma fina camada que reveste os dentes composta de restos alimentares e bactérias naturaisque ficam na região. Mas, se não retiradas diariamente, com a escovação e o fio dental, elas se acumulam e podem caracterizar esses problemas. “A higiene bucal deficiente pode gerar problemas no periodonto, gerando mobilidade e consequentemente a perda”.

Para ter uma higiene saudável, separamos as principais dicas:

– Faça a limpeza bucal, no mínimo, 3 vezes ao dia;
– Utilize uma escova com cerdas macias;
– Após a escovação, use o fio dental, pelo menos, uma vez ao dia, passando por todos os dentes;
 Lembre de trocar a escova a cada 3 meses;
– Vá ao dentista, pelo menos, duas vezes ao ano.

Seguindo essas dicas, é difícil de apresentar qualquer problema bucal 😉

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

Fonte: sorrisologia

imagem

Em Quanto Tempo é Possível Implantar um Dente Perdido?

,O tempo de implante pode ser bastante variado. Ele depende primeiro de o paciente seguir as recomendações imediatas depois de o dente cair. Além disso, os profissionais precisam analisar como ficaram os ossos na região: se há remanescentes ou é necessário um enxerto ósseo. Esse último acontece quando já não há osso o suficiente para o implante. Dessa forma, o dentista precisa completar o osso faltante de alguma forma, seja por material sintético ou por um pedaço de osso de alguma outra área. O tempo também depende dos hábitos parafuncionais do paciente, como bruxismo. “Dependendo desses fatores o paciente poderá sair com os dentes no mesmo dia da cirurgia ou podemos levar até 18 meses para concluir o tratamento”.

IMPLANTES TAMBÉM NECESSITAM HIGIENIZAÇÃO

Assim como os dentes naturais, os implantes dentários devem receber os cuidados da boa higienização. Implantes unitários, por exemplo, devem ser higienizados da mesma forma, com escovação e uso de fio dental. “Já implantes com próteses fixas parciais ou totais é necessário também a utilização de escovas interdentais e fio dental super floss”.

Esses produtos conseguem atingir áreas onde a escovação convencional não consegue higienizar adequadamente.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

Fonte: sorrisologia

imagem

Como Saber se Estou com Cárie?

Em um primeiro momento, a cárie pode não apresentar sintomas. Um pouco depois de desenvolvida aparece o primeiro sintoma: manchas brancas espalhadas pela camada superficial do dente. A partir daí, iniciam-se outras manifestações. Os dentes começam a perder sua proteção natural e vão ficando mais sensíveis, principalmente ao mastigar e ao consumir alimentos doces, gelados e quentes. Depois disso, cavidades na superfície são formadas e manchas marrons começam a aparecer. Assim, a gengiva pode ficar inchada e sangrar. Um outro sintoma é a retenção ainda mais comum de alimentos entre os dentes, fazendo com que o fio dental se desfie ao passá-lo entre a região. Mau hálito e gosto ruim na boca também podem ser notados. E claro, um dos sintomas mais temidos também pode surgir: a dor.

O MELHOR REMÉDIO É A PREVENÇÃO

O diagnóstico feito pelo paciente normalmente é o mais comum. Mas ir ao dentista regularmente, seguindo a indicação, pode ser a melhor prevenção desse problema bucal. “O paciente que vai regularmente ao dentista, escova seus dentes e passa fio dental dificilmente é surpreendido com uma cárie, pois as técnicas de manutenção, proteção e remineralização são muito eficazes na prevenção e preservação da saúde bucal”. Ir ao dentista também pode fazer toda a diferença. As consultas de rotina servem exatamente para evitar problemas bucais. “Os métodos mais recentes de detecção de cárie permitem um diagnóstico precoce, antes que a lesão se desenvolva”.  Por isso, certifique-se de entender como deve ser feita a higiene bucal e não esqueça de controlar a alimentação muito açucarada.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

Fonte: sorrisologia

imagem

Você Sabe Para que Serve o Escaneamento Oral?

O escaneamento, também chamado de modelagem digital, facilita o atendimento do paciente durante as consultas. Os profissionais conseguem planejar e gerenciar o que devem fazer e como. Em 3D e colorido, é bem simples mostrar a arcada dentária e o resultado final de um possível tratamento. Além disso, os dentistas também conseguem tirar fotos e mantê-las digitalmente. “O envio dos moldes é instantâneo, através de e-mails para impressão fresca, sendo o serviço mais rápido e mais preciso”.

O ESCANEAMENTO ORAL TAMBÉM AJUDA EM OUTROS PROCEDIMENTOS

Saber como é a disposição dos dentes dentro da boca não ajuda apenas os pacientes. Dentistas também conseguem, com a modelagem digital, encaminhar e agilizar outros procedimentos e possíveis tratamentos bucais. “É indicado para substituir modelos e gesso para o planejamento em cirurgia ortognática, e também cirurgia guiada para implantodontia e para analisar mal posicionamentos, fraturas ou desgastes dentários”.

Se você se encontra em alguma dessas situações ou simplesmente tem interesse de saber como está sua saúde bucal, certifique-se de falar com um profissional para fazer o escaneamento oral.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

Fonte: sorrisologia

imagem

O que é Reimplante Dentário Imediato?

O reimplante não se diferencia tanto do implante. “É a introdução do dente avulsionado dentro do alvéolo dentário logo após o ocorrido”. A principal diferença é que o reimplante dentário depende de casos específicos em que recompor a arcada dentária é essencial. Para fazer o reimplante, é preciso ter certos cuidados assim que houver a avulsão, ou seja, a perda dentária. “Deve-se guardá-lo no soro ou água mineral e procurar atendimento odontológico o mais rápido possível, levando o dente no recipiente”.

Assim como o implante de carga imediata, o reimplante é uma técnica mais rápida. O procedimento pode ser feito 72 horas após o parafuso de titânio ser inserido. Mas, apenas o profissional poderá dizer se esse método pode ser feito. O paciente ainda deve ter a resistência óssea adequada para esse processo, o que apenas o dentista poderá confirmar.

ELE É INDICADO QUANDO HÁ TRAUMA

O imediatismo é voltado para os casos mais sérios e urgentes, em que o paciente necessita do reimplante, como a avulsão dentária. “São casos de acidentes em que o trauma sobre o dente ocasiona o seu deslocamento para fora da cavidade bucal”. A urgência é motivada por fatores bem comuns. “Quanto menor o tempo em que o dente for reimplantado, menor o risco do mesmo ser perdido com o tempo”.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

Fonte: sorrisologia

imagem

Qual é o Melhor Remédio para Dor de Dente?

Os possíveis remédios a serem recomendados podem ser anti-inflamatórios, antibióticos e analgésicos, para que a dor seja aliviada. Mas o problema bucal só é resolvido com o tratamento adequado. Então já sabe: sentiu dor de dente? Vá para a cadeira do dentista assim que possível.

PODE ESQUECER A AUTOMEDICAÇÃO!

Existem soluções caseiras para aliviar o incômodo, como o uso de cravos, própolis, alho e, o mais comum, gelo. Muito úteis, esses métodos podem até proporcionar um alívio, mas não eliminam as dores e nem o possível problema bucal. As medicações mais efetivas são as indicadas pelos especialistas, já que elas vêm acompanhadas de um tratamento mais direcionado ao problema. Por isso que se automedicar não é recomendado aqui. “O paciente não tem condições de diagnosticar sozinho. Ele pode tomar a conduta incorreta e piorar muito o problema”. A automedicação pode ainda agravar o problema ou até mesmo desenvolvê-lo para casos mais críticos.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

Fonte: sorrisologia

imagem

Dor de Cabeça pode ser Causada por Problemas nos Dentes?

Os dentes estão diretamente ligados ao sistema estomatognático, que agrupa as estruturas da boca e se liga também aos sistemas nervoso, circulatório e endócrino. Muitas pessoas acreditam que os problemas bucais são independentes,mas é exatamente por essa ligação que isso não acontece. A dor de cabeça, em específico, pode ser um sintoma de algum problema bucal. “Um dos maiores causadores de dores de cabeça é o bruxismo/apertamento, através de inflamação crônica e liberação de neurotransmissores de dor”.

O bruxismo é o ato de ranger ou apertar os dentes. Isso acontece quando a arcada dentária de cima se encosta na debaixo e impõe uma forte pressão. É um problema bucal causado geralmente pelo estresse ou pela obstrução total ou parcial da passagem de ar.

Encontre os melhores Profissionais Odontológicos para saber a necessidade de uma extração.

www.dentistasdejau.com.br

Fonte: sorrisologia